Tcnica de enxertia chega s monocotiledneas e pode revolucionar agricultura

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS


Meio ambiente

Redação do Site Inovação Tecnológica – 27/12/2021

T

Tamareira aps o enxerto: O detalhe mostra uma regio na base da planta, com a ponta da seta apontando para o local do enxerto.
[Imagem: Julian Hibberd]

Enxerto de monocotiledneas

Uma equipe de agrnomos e bilogos do Mxico, Reino Unido e Sucia fez uma descoberta envolvendo a tradicional tcnica de enxertos de plantas que, segundo eles, tem potencial para revolucionar a agricultura mundial.

Enxertia a tcnica de unir o broto de uma planta com o suporte de outra, que fornece o sistema radicular, para que ambas continuem a crescer como uma s.

At agora, os cientistas acreditavam que era impossvel enxertar plantas do grupo conhecido como monocotiledneas, porque elas no possuem um tipo de tecido especfico, denominado cmbio vascular, em seu caule.

Mas Gregory Reeves e seus colegas comprovaram o contrrio, combinando duas espcies de plantas desse grupo usando tecido embrionrio de suas sementes. At agora eles j confirmaram o funcionamento do enxerto na banana, arroz, trigo, abacaxi, cebola, agave-azul (fonte da tequila) e tamareira.

Eles descobriram que os tecidos da raiz e do caule, retirados das sementes das monocotiledneas – representando seus primeiros estgios embrionrios – se fundem com eficincia, produzindo o enxerto.

T

Plantas de aveia e trigo aps receberam a enxertia.
[Imagem: Gregory Reeves et al. – 10.1038/s41586-021-04247-y]

Enxertia patenteada

A tcnica permite que caractersticas benficas, como resistncia a doenas ou tolerncia ao estresse, sejam adicionadas s plantas. A equipe j est trabalhando para combater o mal-do-Panam, que destri plantaes de banana h mais de 30 anos.

Estima-se que existam 60.000 plantas no grupo das monocotiledneas, muitas das quais so cultivadas em grande escala, como arroz, trigo e cevada.

“Ns conseguimos algo que todos diziam ser impossvel. O enxerto de tecido embrionrio tem potencial real em uma variedade de espcies semelhantes s gramneas. Descobrimos que mesmo as espcies que so parentes distantes, separadas por um tempo evolutivo profundo, so compatveis com o enxerto,” disse o professor Julian Hibberd, da Universidade de Cambridge, no Reino Unido.

A enxertia tem sido amplamente usada desde a antiguidade em outro grupo de plantas, chamadas dicotiledneas. Colheitas de pomares dicotiledneas, incluindo mas e cerejas, e colheitas anuais de alto valor, incluindo tomates e pepinos, so rotineiramente produzidas em plantas enxertadas porque o processo confere propriedades benficas – como resistncia a doenas ou florao precoce.

A expectativa que um progresso semelhante possa agora ocorrer em todas as culturas de monocotiledneas. A equipe de cientistas, contudo, patenteou a tcnica, e dever cobrar pelo seu uso por meio de uma empresa que eles esto fundando com a ajuda da universidade.

Bibliografia:

Artigo: Monocotyledonous plants graft at the embryonic root-shoot interface
Autores: Gregory Reeves, Anoop Tripathi, Pallavi Singh, Maximillian R. W. Jones, Amrit K. Nanda, Constance Musseau, Melanie Craze, Sarah Bowden, Joseph F. Walker, Alison R. Bentley, Charles W. Melnyk, Julian M. Hibberd
Revista: Nature
DOI: 10.1038/s41586-021-04247-y

Seguir Site Inovação Tecnológica no Google Notícias

Outras notcias sobre:

Mais tópicos

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS

Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »