Primeira foto de um buraco negro pode ser imagem de monopolo gravitomagntico

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS


Espao

Redação do Site Inovação Tecnológica – 17/11/2021

Primeira foto de um buraco negro pode ser imagem de monopolo gravitomagn

Buraco na interpretao

A primeira imagem de um buraco negro ganhou as manchetes do mundo todo, e agora j est presente at mesmo nos livros didticos.

Mas, e se o que estivermos vendo naquela imagem no for exatamente um buraco negro?

Esta hiptese surpreendente acaba de ser levantada, e justificada, por um grupo de quatro astrofsicos chineses.

No centro da discusso est a imagem do objeto central da galxia M87, feita por um consrcio internacional de pesquisadores usando o Telescpio Horizonte de Eventos, um telescpio virtual que cobre quase a Terra inteira, tirando proveito de uma tcnica conhecida como interferometria de linha de base muito longa (VLBI).

Embora os dados que geraram a imagem tenham sido analisados e reanalisados por centenas de astrnomos e astrofsicos, o fato que essas equipes no se ocuparam em invalidar interpretaes alternativas.

“A colaborao EHT tentou mostrar que a imagem observada globalmente consistente com as expectativas para a sombra de um buraco negro de Kerr,” explica o professor Masoumeh Chakraborty, do Instituto Kavli para Astronomia e Astrofsica. “Como as alternativas ao buraco negro de Kerr no foram descartadas, investigamos se os dados do EHT tambm so consistentes ou no com modelos alternativos para o objeto central do M87.”

Primeira foto de um buraco negro pode ser imagem de monopolo gravitomagn

Monopolo gravitomagntico

O argumento da equipe centra-se no chamado “monopolo gravitomagntico”.

“Na natureza, os plos magnticos norte e sul sempre andam de mos dadas. Cortar uma barra magntica ao meio apenas cria dois ms, cada um dos quais ainda tem dois plos, em vez de criar plos norte e sul separados em cada metade. No entanto, seus primos eletrostticos, as cargas positivas e negativas, existem independentemente,” explica Chakraborty.

Alm disso, dentro da fsica terica, gravidade e eletromagnetismo tm caractersticas anlogas:

“A massa considerada anloga carga eltrica. Portanto, chamamos a massa de carga gravitoeltrica. A prxima questo : A carga gravitomagntica, ou o chamado monopolo gravitomagntico, existe na natureza?” contextualiza Chakraborty.

O que a equipe fez foi demonstrar que os dados que a Colaborao EHT usou para construir a imagem do que eles dizem ser um buraco negro, estes mesmos dados podem ser interpretados como sendo a imagem de um monopolo gravitomagntico.

Em termos mais tcnicos, a regio central da galxia M87 seria o que os fsicos chamam de espao-tempo Kerr-Taub-NUT, uma soluo exata para as equaes de Einstein que uma srie de fsicos foi aprimorando ao longo dos anos para estudar as singularidades, cujo exemplo mais conhecido o buraco negro – Kerr Roy Kerr [1934-], Taub Abraham Haskel Taub [1911-1999] e NUT so as iniciais de Ezra T. Newman, Louis A. Tamburino e Theodore W. J. Unti.

“Nenhum modelo est incorreto e isso basicamente restringe fortemente a estrutura do espao-tempo da fonte de rdio compacta central em M87,” conclui Chakraborty, acrescentando que todas as teorias concorrentes podem ser testadas. “Essencialmente, medies precisas do tamanho da sombra e da assimetria podem colocar fortes restries no parmetro Kerr e no parmetro NUT, e quebrar as degenerescncias entre os espaos-tempos de Kerr e Kerr-Taub-NUT, incluindo aqueles entre os buracos negros e as singularidades nuas.”

Bibliografia:

Artigo: Investigating the existence of gravitomagnetic monopole in M87*
Autores: M. Ghasemi-Nodehi, Chandrachur Chakraborty, Qingjuan Yu, Youjun Lu
Revista: The European Physical Journal C
Vol.: 81, Article number: 939
DOI: 10.1140/epjc/s10052-021-09696-3

Seguir Site Inovação Tecnológica no Google Notícias

Outras notcias sobre:

Mais tópicos

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS

Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »