Espanha adota restrições mais rígidas contra a variante Ômicron – Notícias

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS



A Espanha adotará restrições mais rígidas para conter a propagação da variante Ômicron do novo coronavírus durante as festas de Ano-Novo e que afetarão, fundamentalmente, o entretenimento noturno e a gastronomia, com dependência da decisão dos governos regionais do país.


Nas comunidades autônomas de Aragón, Navarra, País Basco, La Rioja, Cantabria e Astúrias, que são limítrofes entre si, já foram acordadas limitações de horário de funcionamento desses setores, para enfrentar o aumento de casos e evitar a mobilidade de pessoas entre as diferentes regiões.


Segundo o balanço mais recente divulgado na Espanha, na última quinta-feira (23), a incidência acumulada do novo coronavírus é de 791 positivos para cada 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, período em que foram notificadas mais 371.772 infecções.


Desde o início da pandemia de Covid-19, o país registrou 5.718.007 casos e 89.019 mortes em decorrência da doença.



De acordo com o entendimento entre as seis comunidades autônomas, a partir desta quarta-feira, todos os estabelecimentos gastronômicos fecharão à 0h (local), enquanto os de lazer noturno deverão encerrar as atividades às 2h. A medida ficará vigente, pelo menos, até 15 de janeiro.


Além disso, em bares e restaurantes, o número de pessoas sentadas em uma mesma mesa será limitado a dez e ninguém poderá fazer refeições estando em pé, segundo informou hoje o governo de Aragón.


Na comunidade de Madri, a capital do país, a decisão foi de proibir festas de Réveillon que tinham público previsto de 500 a mil pessoas. Na região, a incidência acumulada já é de mais de 1.100 casos para cada 100 mil habitantes.


Um ano de vacinação


Em entrevista coletiva concedida durante visita à ilha de La Palma, o presidente do governo da Espanha, Pedro Sánchez, voltou a destacar a vacinação como principal estratégia de combate contra o novo coronavírus, justamente no dia em que a campanha completa um ano.



Desde então, pouco mais de 37,8 milhões de pessoas, de um total de 47 milhões de habitantes, completaram o esquema de imunização na Espanha, o que representa 90% do total da população.


Sánchez ainda falou sobre a variante Ômicron e relembrou que, de acordo com análises já realizadas, a cepa é altamente contagiosa, mas apresenta quadros de menor gravidade, o que se reflete na quantidade de internações e ocupação das UTIs.


Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS

Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »