Ações por falta de aluguel sobem em SP – 14/04/2022 – Painel S.A.

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS


O volume de ações locatícias subiu 16,5% na cidade de São Paulo em março, segundo levantamento do Secovi-SP (sindicato da habitação) com base em dados do Tribunal de Justiça de São Paulo.

No mês, foram ajuizadas 1.308 ações, sendo que quase 86% delas foram motivadas por falta de pagamento de aluguel, segundo o levantamento, que abrange locações residenciais e comerciais.

“Houve um aumento nas ações de falta de pagamento. Nos últimos fechamentos de ano, desde 2018, a quantidade vinha caindo. De 2020 para 2021, as faltas de pagamento no ano caíram de 11.472 para 10.316”, diz Jaques Bushatsky, diretor de legislação do inquilinato do Secovi-SP.

O restante se distribui entre ações ordinárias relativas a retomada de imóvel, renovatórias ou consignatórias por discordância de valores.

O número de março deste ano também supera o patamar do mesmo mês do ano passado, que teve 1.250 ações na capital paulista.

Segundo Bushatsky, uma das hipóteses para explicar a alta é o momento da pandemia. “Em março passado, tinha ainda uma dúvida das pessoas sobre se podia entrar com despejo ou não”, diz.

Outra provável razão é a dificuldade econômica, que pode estar dificultando as negociações. “Uma coisa é eu negociar quando eu sei que eu vou ganhar dinheiro no mês que vem. Outra é eu não ter esse mês que vem. Complica”, afirma.

Segundo Bushatsky, a amostra é pequena diante do universo total das locações da cidade, mas pode servir como um termômetro de saúde financeira, principalmente no caso do não pagamento do aluguel de imóveis não residenciais.


LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS

Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »