Você conhece o polo aeroespacial brasileiro? – 21/06/2022 – Marcelo Viana

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS


Anos atrás, os meus filhos assistiam a um seriado infantil de aventura ambientado no Instituto Butantan. O encanto deles era tal que na primeira oportunidade tiramos um fim de semana para turismo em São Paulo, com o Butantan como principal atrativo.

As crianças ficaram um pouco decepcionadas por não encontrarem fantasmas nem múmias de faraós, mas adoraram ver as verdadeiras imagens de Paul Ehrlich, Vital Brazil, Carlos Chagas e outros cientistas, e aprender um pouco do que eles fizeram. Durante um tempo, falou-se muito sobre soro antiofídico e vacinas lá em casa.

Segundo pesquisa realizada pela multinacional 3M, independentemente da classe social, idade, gênero e conhecimento técnico, 92% dos brasileiros confiam na ciência e reconhecem a sua importância no dia a dia. É o número mais alto em todo o mundo.

Isso é notável porque, na verdade, a população brasileira tem poucas oportunidades de contato com a pesquisa científica. Quantos conseguem nomear algum cientista (Einstein não vale!)? Pior, quantos conseguem se lembrar de algum cientista brasileiro, ou apontar um avanço importante realizado pela ciência nacional?

No âmbito da matemática, os adolescentes brasileiros são os que têm menor exposição às aplicações da disciplina em sua vida quotidiana, entre todos os países que participam no Pisa (Programa Internacional de Avaliação de Estudantes). É uma das conclusões do estudo “Dez Questões para Professores de Matemática… E Como o Pisa Pode Ajudar a Responder”, elaborado pela OCDE com base nas declarações dos próprios estudantes.

Iniciativas no sentido de aproximar a sociedade brasileira da ciência e da tecnologia realizada no nosso país têm um importante papel na mudança desse quadro, e na formação dos nossos jovens. Uma dessas iniciativas acaba de ser lançada pela Associação dos Engenheiros do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (AEITA).

Trata-se do Prêmio Sócios-Mirins, que vai selecionar dez estudantes de todo o país entre 7 e 14 anos para visitarem São José dos Campos, polo aeroespacial brasileiro e sede da Embraer, do Instituto Tecnológico de Aeronáutica, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, e de outros institutos de pesquisa e empresas de tecnologia. Os custos serão assegurados pela AEITA. As inscrições estão abertas até 30 de junho no site do Prêmio. O que está esperando para contar para sua filha, seu filho, seus estudantes?!


LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEPTAR
Aviso de cookies
Translate »