Uruguai tem novo técnico após 15 anos; conheça o substituto de Tabárez – 16/12/2021 – O Mundo É uma Bola

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS


Há quase um mês, a Associação Uruguaia de Futebol demitiu o treinador Óscar Tabárez, 74, que comandava a seleção de futebol do país havia mais de 15 anos.

O Professor, como era chamado, que esteve nesse período com a equipe nas Copas do Mundo de 2010 (África do Sul), 2014 (Brasil) e 2018 (Rússia), e conquistou a Copa América de 2011, na Argentina, não resistiu aos recentes maus resultados.

Foram quatro derrotas seguidas nas Eliminatórias para a Copa no Qatar (duas para a Argentina, uma para o Brasil e uma para a Bolívia), que deixaram o Uruguai em sétimo lugar no qualificatório, com risco de não classificação.

Nesta semana, faltando quatro partidas para o encerramento das Eliminatórias sul-americanas, foi anunciado o treinador que terá o desafio de evitar que a Celeste fique fora de um Mundial pela primeira vez desde 2006.

Diego Alonso. Não sabe quem é? Nem eu, que acompanho futebol internacional com certa atenção, lembrei-me imediatamente dele. Só vieram lampejos.

Alonso tem 46 anos e superou na preferência dos dirigentes uruguaios outro Diego, Aguirre, este sim conhecido dos brasileiros –é o atual técnico do Internacional.

Como jogador, Alonso foi um atacante de boa qualidade, tendo defendido times na Espanha, como Atlético de Madrid e Valencia, México, Argentina, China e em seu país, incluindo os dois grandes (Nacional e Peñarol).

Forte e alto (1,88 m), seu apelido, devido à capacidade destruir defesas, era “Tornado”.

Esteve com a Celeste por um curto período, por dois anos, e participou da Copa América de 2009, no Paraguai, na qual o Uruguai perdeu para o Brasil de Ronaldo Fenômeno e Rivaldo.

Iniciou a carreira de técnico em 2011, no Bella Vista, de seu país, e depois treinou Guaraní e Olimpia (Paraguai), Peñarol (Uruguai), Pachuca e Monterrey (México), e Inter Miami (EUA).

Os resultados que chamaram a atenção foram registrados com os times mexicanos. Alonso tem dois títulos da Champions League da Concacaf, um com o Pachuca (2017) e um com o Monterrey (2019).

Essa competição equivale à Libertadores para os clubes da América Central, da América no Norte e do Caribe, e dá uma vaga para o Mundial de Clubes da Fifa.

No Mundial de 2017, vencido pelo Real Madrid contra o Grêmio, terminou em terceiro lugar com o Pachuca. Ele deixou o cargo no Monterrey antes da realização do Mundial de 2019.

Sobre o estilo de jogo de seus times, Alonso já declarou gostar de que sejam “valentes e atrevidos” e que busquem, e consigam, “dominar” os adversários.

Nascido em Montevidéu, Alonso estava desempregado desde janeiro deste ano, quando saiu do Inter Miami depois de um trabalho fraco na equipe que tem David Beckham como presidente. Foram sete vitórias, três empates e 14 derrotas.

Pela Celeste, a estreia do treinador será no dia 26 de janeiro, em Assunção, contra o Paraguai. Cinco dias depois, na capital uruguaia, o oponente será a Venezuela.


LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS

Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »