Tubarões cochilam durante o dia para conservar energia, diz estudo

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS


Embora muitos mergulhadores relatem histórias de tubarões cochilando no fundo do mar, não havia até agora nenhuma evidência científica de que isso realmente acontecia. Biólogos, como Michael Kelly, da Universidade La Trobe em Bundoora, na Austrália, têm estudado esses relatos nos últimos anos, tentando conectá-los a estudos científicos formais, para saber se os tubarões de fato dormem e, se o fazem, qual é a utilidade disso.

Sua pesquisa mais recente, publicada na quarta-feira (9), na revista científica Biology Letters, concentrou-se no tubarão de prancheta (Cephaloscyllium isabellum), um peixe nativo da costa da Nova Zelândia que mede cerca de 1 metro de comprimento e apresenta marcas de xadrez em sua pele. Como é um animal noturno, os pesquisadores achavam que ele dormia de dia.

Comprovando o sono dos tubarões

Fonte: Kelly et al./Biology Letters/Divulgação.Fonte: Kelly et al./Biology Letters/Divulgação.Fonte:  Kelly et al./Biology Letters 

Para comprovar a sua hipótese – de que os tubarões dormem e esse sono é importante na conservação de energia – a equipe de pesquisadores abrigou sete desses animais em aquários individuais selados e equipados com sensores de oxigênio. Durante 24 horas, eles registraram a atividade física de cada tubarão e mediram o nível de oxigênio da água, de forma a avaliar a rapidez de seu consumo pelo vertebrado cartilaginoso.

O consumo mais baixo de oxigênio nos tanques dos tubarões com menor nível de atividade provou que, sim, eles dormem, e o fazem para conservar energia enquanto descansam, segundo as conclusões do estudo.

ARTIGO Biology Letters – DOI: 10.1098/rsbl.2021.0259.

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS

Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »