Tribunal russo condena Google e Meta na véspera de Natal

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS


Um tribunal russo cobrou uma multa de $ 98 milhões, o equivalente a R$ 556 milhões, contra o Google nesta sexta-feira (24). A corte afirma que a empresa falhou ao não excluir conteúdos que o país considerou ilegal. Embora a Rússia tenha multado várias empresas de tecnologia ao longo do ano por não seguirem suas regras cada vez mais restritivas de conteúdo da Internet, esse julgamento marca a primeira vez que uma multa foi calculada com base na receita anual de uma companhia.

Além disso, o tribunal russo multou a Meta em $ 27 milhões (R$ 153 milhões) por crimes semelhantes. De acordo com a Reuters, a empresa é acusada de não conseguir remover cerca de dois mil itens proibidos, enquanto o Google teria falhado em retirar 2.600 bits de conteúdo ilícito. Isso inclui postagens que promovem o uso de drogas ou comportamentos perigosos, instruções para fabricar armas e explosivos improvisados, bem como qualquer coisa sobre o que e quem designa como extremistas ou terroristas.

publicidade

Google lento e travando
Imagem: Reprodução

O Google anunciou que analisará os documentos do tribunal antes de decidir como proceder. A empresa tem 10 dias para entrar com recurso.

Leia mais:

Esta decisão é apenas a mais recente nas tentativas de Moscou de exercer maiores graus de controle não apenas sobre sua rede nacional, mas também sobre a Internet como um todo.

As punições vão gerar um confronto ainda maior em 1º de janeiro, data que as autoridades russas vão passar a exigir que as empresas de tecnologia instalem servidores locais para seus serviços online.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS

Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »