STF adia julgamento após Bolsonaro aceitar depor presencialmente



Presidente é investigado por suposta interferência na PF e vinha pedindo para se manifestar por escrito no inquérito. STF adia julgamento após Bolsonaro aceitar depor presencialmente Presidente é investigado por suposta interferência na PF e vinha pedindo para se manifestar por escrito no inquérito. STF adiou julgamento que definiria como seria o depoimento de Bolsonaro à PF. A decisão foi anunciada pelo relator do inquérito, Alexandre de Moraes, após o presidente aceitar depor presencialmente. Até então, Bolsonaro vinha pedindo para não se manifestar ou para falar por escrito. A mudança de posicionamento foi comunicada ao STF pela Advocacia-Geral da União. O presidente é investigado por suposta interferência na PF. O inquérito é baseado em denúncias do ex-ministro Sérgio Moro

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »