Spotify não se posiciona sobre Anitta, mas diz que consegue identificar casos de fraudes

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS


A música Envolver, da Anitta, se tornou a faixa mais reproduzida na playlist Daily Top 50 Global do Spotify no último dia 25 de março, sendo a primeira artista brasileira a figurar na primeira colocação do ranking. Para alcançar o topo das paradas, a a música reproduzida mais de 6,4 milhões de vezes, sendo destes mais de 4,1 milhões vindo apenas do Brasil, contou também com o trabalho de fãs engajados nas redes sociais, que trabalharam com o algoritmo do Spotify para levar a música para o topo da playlist. 

Em 14 de março, a equipe da cantora mostrou como os fãs deveriam fazer para aumentar o engajamento da música. Retweetanto a postagem de uma internauta, o perfil de Anitta disse que para aumentar a popularidade da cantora era preciso montar playlists com sua música e lembrar de “usar contas diferentes no Spotify e lembrar de trocar de contar”. A orientação também era para não deixar a música no modo de repetição automática, pois contaria apenas como uma reprodução.  Os dados são do Rest of World, que conversou com especialistas da indústria para analisar o fenômeno da cantora.

publicidade

Apesar de não ter sido apontado o uso de bots, esse movimento da cantora gerou acusações de fraude. Em comunicado para a coluna de Ricardo Feltrin, no UOL, o Spotify disse que não se posiciona sobre casos específicos e garantiu que possui ferramentas para identificar quando existem fraudes na plataforma. Os casos, no entanto, não se tornam públicos. 

Leia mais:

“Quando identificamos ou somos alertados sobre casos potenciais ou confirmados de manipulação de stream, tomamos medidas que podem incluir a retenção de royalties, a correção de números de streaming e medidas para garantir que a popularidade do artista ou da música seja refletida com precisão em nossos gráficos. O Spotify reserva-se o direito de remover conteúdo manipulado da plataforma”, disse o app. 

“Colocamos recursos de engenharia e pesquisas significativos para detectar, mitigar e remover a atividade de streaming artificial no Spotify para que nada atrapalhe nossa missão de dar aos artistas a oportunidade de viver de sua arte e para que os detentores de direitos sejam pagos da maneira mais justa possível. possível para o seu trabalho. A integridade disso é incrivelmente importante para nós, porque um fluxo ilegítimo significa que há artistas honestos e trabalhadores do outro lado que são afetados”, completou ainda. 

Em carta aberta, o chefe de comunicação da cantora, Paulo Pimenta, informou que o sucesso de “Enolver” é resultado do trabalho da cantora (íntegra no final da matéria).  “O Brasil é o segundo mercado consumidor de música do mundo em número de ouvintes digitais e sua população e território são continentais. Logo, existe uma lei de proporcionalidade. Seria óbvio que uma cantora tivesse tal resultado em seu próprio país? Não necessariamente. Mas, se tratando da Anitta, tudo muda de figura. Enxergamos aqui outro fenômeno”.

Sucesso de envolver de Anitta

A música foi a trilha sonora do desafio “El Paso de Anitta”, que viralizou no TikTok. A coreografia inclui, entre outros passos, dançar na posição de prancha, considerada uma das mais difíceis de se manter por quem pratica atividades físicas regularmente.

Anitta já havia alcançado um feito inédito no dia 19 de março, quando alcançou o sétimo lugar na lista. Esta foi a primeira vez que uma artista brasileira figurou no Top 10 Global do aplicativo sueco de streaming de música.

Íntegra da carta aberta

“Muito se fala sobre Envolver e seu sucesso que dura até hoje no top 50 global do Spotify. A primeira cantora latina a chegar a posição #1 de forma solo é brasileira e se chama Anitta.

Foi ela mesma que lá atrás uma vez me disse que uma minoria sempre tende a elevar um artista só para depois ter o prazer de diminui-lo. Infelizmente, ela tem razão.

Vamos aos números de “Envolver” nos últimos 28 dias? Reparem que o país que mais ouviu “Envolver” foi o Brasil: 38.420.876 de plays. Mas se você QUISER realmente estudar os resultados, a perspectiva muda. Somados, os streamings dos 9 países que mais ouviram “Envolver” resultam em um número relevante e global: 42.801,642.

O Brasil é o segundo mercado consumidor de música do mundo em número de ouvintes digitais e sua população e território são continentais.

Logo, existe uma lei de proporcionalidade. Seria óbvio que uma cantora tivesse tal resultado em seu próprio país? Não necessariamente. Mas, se tratando da Anitta, tudo muda de figura. Enxergamos aqui outro fenômeno.

A cantora arrebatou seu país com um ritmo que não é brasileiro e em língua espanhola – não muito falada por aqui. Um posicionamento internacional de dentro para fora. Há quem diga que os fãs brasileiros ouviram muito Envolver. Mutirão. Mas, isso é ruim? Vale ressaltar que Anitta tem mais ouvintes mensais nos Estados Unidos do que grandes cantoras americanas – é só QUERER pesquisar.

Algumas poucas notícias sobre Envolver ainda podem revelar a teoria citada no início do texto. Mas, ainda bem que a matemática não mente e que a grande maioria dos brasileiros ainda tem orgulho dos artistas nacionais e se envolveu com a Anitta ao ponto de quebrarem juntos barreiras nunca antes ultrapassadas. Paulo Pimenta, assessor de comunicação e imprensa de Anitta”.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS

Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »