SP organiza guia com mais de 150 locais pet friendly – 26/03/2022 – Bom Pra Cachorro

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS


Um levantamento da Setur (Secretaria de Turismo e Viagens) mapeou cidades em São Paulo que recebem animais de estimação em hospedagem e atrações e, com isso, organizou um guia pet friendly no estado.

De acordo com o governo estadual, o material reúne 154 locais, de 56 municípios, onde os bichinhos são bem-vindos.

O guia foi elaborado a partir de respostas cadastradas pelos próprios empreendimentos que aceitam pets ou têm serviços para eles. Dos 202 cadastrados, foram aceitos 96 meios de hospedagem e 58 atrativos após curadoria da Setur.

A maioria das hospedagens é composta por pousadas (36). Em seguida estão hotéis (20), hotéis de rede (11), hotéis fazenda (10), chácaras (6), casas de aluguel por temporada (6), resorts (4) e outros (3).

Segundo o Guia Pet Friendly estadual, quase a metade desses meios de hospedagem (41) oferecem serviços exclusivos para os pets, como camas, piscina, cuidadores e playgrounds.

Entre os destaques estão Serra Negra, com 11 meios de hospedagem e dois atrativos turísticos; Campos do Jordão, com seis hospedarias e seis atrativos; Socorro, com seis meios de hospedagem e seis empreendimentos pet friendly; e São Sebastião com sete hospedarias e dois atrativos.

Brotas, outro destino conhecido por aceitar animais em atividades, aparece na lista com oito indicações. Em Santos, que desde o começo do ano oferece um trecho da praia para cães, são quatro.

O governo afirma que a ideia é que o guia, em formato digital (veja aqui), seja atualizado constantemente pelos empreendimentos e ajude o tutor na hora de decidir a viagem.

VIAGEM COM O PET

Ir a bares, restaurantes ou viajar na companhia do pet já é um hábito para muitos tutores.

Mas antes de escolher a hospedagem, é preciso pensar na segurança para o transporte e analisar a política para animais do estabelecimento.

E alguns cuidados precisam ser observados, já que a mudança de rotina pode afetar a saúde do pet. Filhotes e animais idosos demandam mais atenção.

Vale consultar o veterinário antes de fazer as malas, inclusive porque dependendo do destino o peludo precisará prevenção contra doenças, como dirofilariose e leishmaniose, além de proteção contra carrapatos.

Alguns itens devem compor a bagagem do pet: coleira e guia, ração em quantidade adequada para período da viagem, potes para água e comida, xampu de costume e toalha, caminha, brinquedos e medicamentos de uso contínuo e para emergências. E é importante o tutor sempre carregar a carteira de vacinação atualizada do peludo.

Se a viagem for feita de carro, o animal deve ser transportado no banco traseiro utilizando cinto de segurança especial para cães ou caixa de transporte adequada (cães e gatos);o ambiente dentro do automóvel deve estar fresco e, em caso de viagens longas, o tutor deve fazer paradas a cada 2 horas para que o bichinho beba água, faça as necessidades e estique as patinhas.


LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS

Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEPTAR
Aviso de cookies
Translate »