Sou idôneo e tempo dirá quem é a raposa, diz coordenador de prévias do PSDB que apoia Leite – 20/11/2021 – Mônica Bergamo


Coordenador da comissão de prévias presidenciais do PSDB, o ex-deputado mineiro Marcus Pestana rebate as acusações de que não teria sido idôneo ao declarar, neste sábado (20), véspera do pleito tucano, seu apoio ao governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite. O senador paulista José Aníbal, que era presidente da comissão, também declarou apoio a Leite.

Ele e Aníbal foram chamados de “raposa no galinheiro” por Wilson Pedroso, coordenador de campanha do governador de São Paulo, João Doria. “É como se o presidente do TSE [Tribunal Superior Eleitoral], um dia antes da eleição, declarasse voto em um dos candidados. É debochar na cara dos filiados do PSDB”, disse Pedroso.

“O tempo irá dizer quem é raposa e quem é galinha. E quem não é nenhum dos dois. Não se trata de vale tudo entre animais, são escolhas politicas de um partido político que tem história e do qual sou fundador”, diz. “A certificação da minha idoneidade são 38 anos de vida pública. Esse rapaz do Doria não me conhece, não é o maior referencial para falar da minha idoneidade.”

Na declaração que enviou a grupos de WhatsApp tucano, Pestana diz ter sido um dos responsáveis por elaborar regras, organizar debates e julgar recursos na comissão. Ele afirma à coluna que seu trabalho na comissão das prévias não tinha poder deliberativo.

“A comissão [das prévias] tinha três membros que participaram da campanha do João Doria, dois que participaram da campanha do Eduardo, e eu e o José Aníbal carregamos o piano o tempo todo. A comissão era de assessoria, não tinha poder deliberativo. Discutíamos, analisávamos e preparávamos tudo para entregar para a executiva. Nosso trabalho teminou 72 horas atrás”, afirma.

O coordenador das prévias diz que tem direito a expressar sua opinião sobre quem deveria ser o candidato do PSDB à Presidência em 2022. Leite, o governador de São Paulo, João Doria, e o ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio disputam a vaga neste domingo (21).

“Acho que o Eduardo é o melhor nessa conjuntura onde tem dois candidatos que têm nível de intenção de voto alto, Bolsonaro e Lula. Precisamos de alguém talhado para unificar o centro democrático, muito mais do que a unidade do PSBD. Isso é essencial senão não temos condição de chegar ao segundo turno”, diz Pestana.

com LÍGIA MESQUITA, VICTORIA AZEVEDO, BIANKA VIEIRA e MANOELLA SMITH


LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original



Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »