Restos de planeta destrudo so vistos caindo em sua estrela

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS


Espao

Redação do Site Inovação Tecnológica – 10/02/2022

Restos de planeta destru

Impresso artstica do material planetrio caindo na an-branca G29-38. Quando o material planetrio atinge a superfcie da estrela, ele forma um plasma e esfria, emitindo raios X que os telescpios podem detectar.
[Imagem: University of Warwick/Mark Garlick]

Estrela engolindo planeta

Astrnomos conseguiram flagrar pela primeira vez o momento em que detritos de planetas destrudos atingiram a superfcie de sua estrela.

A coliso foi detectada no espectro de raios X, emitidos quando o material rochoso e gasoso colide e consumido pela estrela. Esse material o que resta de um sistema planetrio depois que sua estrela hospedeira morre, destruindo os planetas mais prximos.

Os resultados so a primeira medio direta da acreo de material rochoso em uma an branca, e confirmam dcadas de indcios indiretos de acreo, colhidos em mais de mil estrelas at agora. O destino da maioria das estrelas, incluindo aquelas como o nosso Sol, se tornar uma an branca.

Uma an branca essencialmente uma estrela que queimou todo o seu combustvel e “derramou” suas camadas externas, inchando, engolindo e eventualmente destruindo quaisquer corpos celestes ao seu alcance.

medida que o material desses corpos puxado para a estrela a uma taxa alta o suficiente, ele bate na superfcie da estrela, formando um plasma aquecido por choque. Esse plasma, com temperatura entre 100.000 e um milho de graus Celsius, ento se deposita na superfcie e, medida que esfria, emite raios X que podem ser detectados.

Estrelas com elementos pesados

H dcadas, os astrnomos usam espectroscopia em comprimentos de onda pticos (luz visvel) e ultravioleta para medir a abundncia de elementos na superfcie das estrelas e, descobrindo sua composio, inferir seu processo de formao.

H bastante indcios indiretos de que essas estrelas esto acumulando material ativamente: Observaes espectroscpicas mostram que entre 25 e 50% das ans brancas possuem elementos pesados, como ferro, clcio e magnsio, poluindo suas atmosferas.

At agora, porm, os astrnomos nunca tinham conseguido ver o material no momento em que ele puxado para a estrela.

“Finalmente vimos material realmente entrando na atmosfera da estrela. a primeira vez que conseguimos derivar uma taxa de acreo que no depende de modelos detalhados da atmosfera da an branca. O que notvel que ela concorda extremamente bem com o que foi feito antes,” disse o professor Tim Cunningham, da Universidade de Warwick, no Reino Unido.

Bibliografia:

Artigo: A white dwarf accreting planetary material determined from X-ray observations
Autores: Tim Cunningham, Peter J. Wheatley, Pier-Emmanuel Tremblay, Boris T. Gnsicke, George W. King, Odette Toloza, Dimitri Veras
Revista: Nature
Vol.: 602, pages 219-222
DOI: 10.1038/s41586-021-04300-w

Seguir Site Inovação Tecnológica no Google Notícias

Outras notcias sobre:

Mais tópicos

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS

Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »