Quais os riscos que gases e cinzas vulcânicas oferecem à saúde? – Notícias



Autoridades das Ilhas Canárias, na Espanha, estão preocupadas com o efeito das cinzas e dos gases do vulcão em erupção Cumbre Vieja na saúde dos moradores do arquipélago.


A chegada da lava a mais de 900°C ao oceano Atlântico provocou uma nuvem de sedimentos de 50 m de altura que pode se deslocar com o vento.


O governo pediu aos residentes que não saiam de suas casas.



Mas quais males este tipo de fenômeno pode causar à saúde?


Segundo o CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos), os riscos associados a erupções vulcânicas envolvem os gases e as cinzas.


O órgão afirma que a exposição às cinzas pode causar doenças respiratórias, especialmente em bebês e idosos.


Dentre as condições mais frequentes estão asma e enfisema. Pessoas com problemas como DPOC (doença pulmonar obstrutiva crônica) podem ter seus quadros agravados.


“A cinza é arenosa, abrasiva, às vezes corrosiva e sempre desagradável. Pequenas partículas de cinza podem abrasar (arranhar) a frente do olho. As partículas de cinza podem conter sílica cristalina, um material que causa uma doença respiratória chamada silicose”, complementa o CDC.


Outra preocupação envolve os gases quem saem do vulcão, embora estes se dissipem rapidamente na maioria dos casos.


O gás vulcânico mais comum é o vapor de água (inofensivo), seguido pelo dióxido de carbono e dióxido de enxofre, que podem se acumular em áreas mais baixas dos territórios.


“É possível que as pessoas que estão perto do vulcão ou que estão nas áreas baixas a favor do vento sejam expostas a níveis que podem afetar a saúde. Em níveis baixos, os gases podem irritar os olhos, nariz e garganta. Em níveis mais elevados, os gases podem causar respiração rápida, dor de cabeça, tontura, inchaço e espasmo da garganta e asfixia”, explica o órgão.


O USGS (Serviço Geológico dos Estados Unidos) acrescenta que dióxido de carbono, dióxido de enxofre, sulfeto de hidrogênio e halogenetos de hidrogênio emitidos em erupções vulcânicas “são potencialmente perigosos para pessoas, animais e agricultura”.


Há uma preocupação com as áreas mais baixas em relação ao CO2 (dióxido de carbono). Este gás está presente no ar que respiramos, mas em uma concentração de 0,04%.


“Respirar ar com mais de 3% de CO 2  pode rapidamente causar dores de cabeça, tonturas, aumento da frequência cardíaca e dificuldade para respirar. Em proporções de mistura superiores a cerca de 15%, o dióxido de carbono causa rapidamente inconsciência e morte”, afirma o USGS.


Halogênios flúor, cloro e bromo na forma de haletos de hidrogênio são outros gases que oferecem risco, de acordo com o USGS, não imediatos, mas também posteriores.


“Uma vez depositadas, essas partículas de cinza revestidas podem envenenar os suprimentos de água potável, plantações agrícolas e pastagens.”


Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »