Polícia Ambiental aplica R$ 291,8 mil em multas após incêndios em canaviais em Iracemápolis e Piracicaba | Piracicaba e Região

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS


Queimadas em canaviais levaram a Polícia Militar Ambiental aplicar R$ 291,8 mil em multas, em Piracicaba (SP) e Iracemápolis (SP), nesta terça-feira (31).

Em Piracicaba, a ação ocorreu em uma fazenda localizada no bairro Guamium. Após constatar a queimada por meio de satélite do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), os policiais identificaram queima em resto de cultivo de cana-de-açúcar em uma área de 32,1 hectares, o equivalente a 321,1 mil metros quadrados.

Segundo os policiais, o fogo também afetou área de preservação permanente (APP) com curso d’água que soma 12,1 hectares, equivalente a 121,5 mil metros quadrados.

Questionado, o representante da empresa arrendatária da propriedade informou que o incêndio foi criminoso e realizado por uma pessoa desconhecida, que foi realizado o combate às chamas com três caminhões pipas, três carros de apoio e um total de 10 pessoas, ainda conforme o registro da ocorrência.

A corporação também apontou que os aceiros da APP – vãos de terra para evitar propagação do fogo – estavam irregulares e com manutenção inadequada. Foi aplicada multa de R$ 273.397,50, por “destruir ou danificar demais formas de vegetação natural em área considerada de preservação permanente, sem autorização do órgão ambiental”.

Em Iracemápolis, a autuação ocorreu em um sítio na zona rural, também após identificação de foco de queimada pelo satélite do Inpe.

Local da ação da Polícia Ambiental em Iracemápolis — Foto: Divulgação/ Polícia Militar Ambiental

Foi constada queima em cultivo de cana-de-açúcar em uma área total de 18,4 hectares, o equivalente a 184,2 mil metros quadrados. O arrendatário do sítio também apontou que o incêndio foi criminoso e realizado por desconhecido e que foi realizado o combate ao fogo.

Nesse caso, a multa aplicada foi de R$ 18.421,00, por “fazer uso do fogo em áreas agropastoris, sem autorização do órgão ambiental”.

VÍDEOS: Veja reportagens sobre a região

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS

Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »