PF apreende bolsa de dinheiro durante operação contra delegado apoiado por Bolsonaro em 2020 – 14/07/2021 – Painel


O delegado Eguchi (Patriota), candidato à Prefeitura de Belém (PA) apoiado por Jair Bolsonaro em 2020, foi alvo de busca e apreensão da Polícia Federal na manhã desta quarta (14).

Em um dos endereços visitados pelos agentes federais foi encontrada uma bolsa com notas de R$ 100 e R$ 50, além de outros valores. O total encontrado ainda não foi divulgado pela PF.

No segundo turno das eleições municipais de 2020, Bolsonaro defendeu o voto em Eguchi contra Edmilson Rodrigues (PSOL).

“Caso fosse eleitor em Belém/PA, certamente votaria”, disse Bolsonaro no Facebook em resposta a um eleitor do delegado. Eguchi perdeu a eleição.

O ex-candidato foi alvo da PF por suspeita de vazar informações de uma investigação, em 2018, que mirava uma organização criminosa envolvida na exploração ilegal de minério de manganês.

Segundo a PF, o vazamento trouxe prejuízo para a investigação porque os alvos tiveram conhecimento da operação que seria deflagrada e não foram encontrados no dia da ação.

Além do delegado Eguchi, a PF cumpre mandados contra seis empresários ligados à exploração de manganês no sudeste do Pará.

Os crimes investigados são os de violação de sigilo funcional, corrupção passiva e ativa e associação criminosa.


LINK PRESENTE: Gostou desta coluna? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original



Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »