Paraguai rebate Guedes após ministro dizer que país virou ‘estado brasileiro mais rico’ – 19/03/2022 – Mercado

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS


Após o ministro da Economia, Paulo Guedes, dizer nesta sexta-feira (18) que o Paraguai virou “o estado brasileiro mais rico”, a chancelaria do país vizinho reagiu publicando uma nota que lamenta as “declarações infelizes de um alto funcionário do governo brasileiro”.

Durante uma coletiva no Ceará, Guedes disse que o Paraguai virou uma espécie de estado brasileiro com baixa carga tributária, em referência ao grande número de brasileiros que se estabelecem no país.

Segundo o ministro, isso faz com que negócios que poderiam ser feitos no Brasil sejam feitos no Paraguai.

“O Paraguai virou praticamente um estado brasileiro com imposto zero, cresceu, ficou rico porque se beneficia da escala brasileira exportando para o Brasil”, disse ele, segundo o jornal O Globo.

“Se nós tivéssemos impostos baixos, os brasileiros não estavam indo pro Paraguai para fazer soja, chicote elétrico. Tudo que está sendo feito lá, poderia estar sendo feito aqui e está sendo feito lá porque a gente tem imposto muito alto e o Paraguai inteligentemente baixou os impostos e virou o estado brasileiro mais rico, entre aspas, o que mais cresce”, afirmou o ministro.

Na nota publicada no Twitter, o Ministério de Relações Exteriores do Paraguai ainda afirmou que o país é uma nação livre e que as afirmações não podem ser ignoradas.

“O Paraguai é e sempre será uma nação livre, soberana e independente, e em homenagem a quem o defendeu heroicamente ao longo de sua história, essas infelizes declarações não podem ser desprezadas”, escreveu o perfil oficial do ministério neste sábado (19).

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS

Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »