os segredos do game pioneiro que mudou o mundo –

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS


A Atari completou 50 anos nesta semana. A empresa americana – considerada pioneira e uma das mais icônicas do mundo – foi a responsável por dar o pontapé inicial na popularização de jogos de arcade, consoles de jogos e, até mesmo, computadores pessoais.

Inspirado no sucesso de jogos para fliperamas da década de 1970, a Atari apostou no desenvolvimento de um console doméstico compacto que pudesse ser conectado a uma televisão. A ideia é que os jogadores poderiam ter a mesma experiência de um fliperama, mas podendo jogar em casa, da sala de estar, sentado confortavelmente no sofá.

Em 1977, a marca lançou o Video Computer System (2600) – hoje conhecido como Atari 2600. Ele vinha com dois joysticks, funcionava com um microprocessador e utilizava um sistema de cartuchos em que o jogador poderia adicionar novos jogos. Na época do lançamento, o console custava US$ 199 e chegou a vender mais de 30 milhões de unidades, segundo o New York Post.

atari 2600 jr Vision Art NEWS
Versão mais barata e reduzida do icônico console, conhecida como “2600 Jr.”, lançada apenas nos Estados Unidos, em 1986

Ao longo da história do console, a Atari ganhou relevância com o lançamento de jogos populares, como Asteroids, Pong, Enduro, Centipede, Black Widow, Missile Command, Breakout, Space Invaders, Adventure, entre outros. Uma curiosidade é que o Adventure foi o primeiro game vendido para consoles a incluir um easter egg escondido.

Com a parceria com estúdios terceirizados, como a Activision e a Imagic, o console chegou a receber mais de 2.600 jogos próprios.

A queda da Atari

Conforme apontou o PCMag, outros consoles do final da década de 1970 tentaram concorrer diretamente com a Atari no mercado americano, como o Mattel Intellivision, RCA Studio II, Bally Astrocade, Magnavox Odyssey2, porém, nesse primeiro momento, elas não chegaram a ameaçar de fato o icônico console.

Apesar de a marca Atari ser mais associada ao console 2600, a empresa também lançou uma miscelânea de computadores pessoais de 8 bits, como o Atari 400 e Atari 800, a partir de 1979.

Porém, o sucesso da empresa – que até então era considerado imparável – começou a ruir a partir do início dos anos de 1980, quando o mercado de jogos nos Estados Unidos começou a apresentar uma supersaturação de arcades, consoles e cartuchos, muitos deles com qualidade cada vez mais baixa.

Além disso, a aposta nos Ataris 400 e 800 ocorreu numa época que os desktops domésticos começavam a ser lançados com preços mais baratos, oferecendo mais funcionalidades que os consoles da Atari, inclusive com a possibilidade de jogar no PC.

Outro ponto que contribuiu para a queda da Atari foi o lançamento do jogo inspirado no filme “ET – O Extraterrestre”, de Steven Spielberg. Além de ter pago 20 milhões de dólares em licenciamento, o jogo acabou encalhando nas prateleiras, com milhares de cartuchos não vendidos.

A venda da Atari para a Warner Communications, em 1976, também é apontada como responsável pela queda. O cofundador Nolan Bushnell chegou a afirmar que essa venda destruiu a cultura corporativa extraordinária da Atari.

Em 1983, a empresa já acumulava US$ 538 milhões em perdas. No ano seguinte, a Atari demitiu quase todos os seus 10 mil funcionários.

Em meio à crise, ainda em 1984, a Atari original é dividida em duas divisões. As propriedades da “Atari Consumer Electronics Division” são vendidas para o empresário Jack Tramiel, enquanto que a “Atari Games” permaneceu com a Warner. Nas décadas seguintes, outras divisões, fusões e aquisições marcaram a história da empresa de games, incluindo o pedido de falência de quatro subsidiárias, no ano de 2013.

A Atari no Brasil

Os consoles e jogos da Atari só chegaram em terras tupiniquins a partir de 1983, por meio de uma parceria de distribuição com a brasileira Gradiente – por meio da subsidiária Polyvox.

Rapidamente, o console se tornou líder no mercado de jogos no Brasil, mesmo concorrendo com o Odissey, da Philips, o Dynavision, da Dynacom, e o Dactari, da Sayfi Eletrônica — que era compatível com os cartuchos da Atari.

Contudo, a febre da Atari durou pouco no país, com as vendas esfriando a partir de 1986 em diante. No final da década de 1980, a SEGA – com o seu Master System – acabou assumindo a liderança desse mercado.

enduro Vision Art NEWS
Enduro, um dos clássicos jogos de corrida do Atari

Empresa segue viva

Apesar de ter ficado por muitos anos fora do mercado de consoles, a empresa quinquagenária ainda está na ativa, expandindo o seu portfólio de jogos para PC, consoles e celulares.

Além disso, a empresa lançou recentemente o Atari VCS – que lembra o visual do antigo console 2600, mas que funciona de maneira híbrida como um PC e console de jogos. A novidade chegou até a derrubar o site de financiamento coletivo, durante a pré-venda.

Para marcar o 50º aniversário, a empresa divulgou um novo logotipo que será usado em anúncios, vídeos de jogos e parcerias de licenciamento. Além disso, a marca divulgou o vídeo abaixo do fundador Bushnell e o CEO Wade Rosen discutindo o legado de criatividade e inovação da Atari.

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEPTAR
Aviso de cookies
Translate »