O assustador filme que todo mundo está assistindo na Netflix


Filmes políticos não costumam fazer muito sucesso com o grande público, mas essa tendência foi quebrada com Je Suis Karl, um drama alemão que já está no Top 10 internacional da Netflix. Mesmo não sendo um filme de terror, a trama do longa deixou inúmeros assinantes assustados por abordar uma perigosa onda atual: o crescimento do neo-fascismo.

Je Suis Karl já foi comparado a outros sucessos do cinema alemão que abordam temas semelhantes, como o excelente A Onda (de Dennis Gansel) e A Fita Branca (de Michael Haneke).

Publicidade

Não foi possível carregar anúncio

O longa é uma produção alemã dirigida por Christian Schwochow, por meio de um roteiro de Thomas Wendrich. Luna Wedler e Jannis Niewöhner interpretam os personagens principais.

Veja abaixo tudo que você precisa saber sobre a trama, elenco e recepção crítica de Je Suis Karl na Netflix.

Conheça Se Juis Karl na Netflix

A história de Je Suis Karl começa com um casal alemão – Inès e Alex – transportando ilegalmente um jovem refugiado líbio, Yusuf, de Budapeste para Berlim.

Dois anos depois, Maxi, a filha de Alex, volta para casa para encontrar os dois irmãos pequenos: Hans e Frank. Perto da entrada, Alex recebe um pacote para o vizinho. Ele leva a encomenda para dentro do apartamento – e isso se torna seu pior erro.

O pacote era uma bomba, e ao explodir dentro do apartamento, mata Inès e os dois filhos pequenos. Apenas Maxi e Alex sobrevivem ao atentado.

Depois do funeral, repórteres seguem Maxi pelas ruas, e um jovem charmoso a ajuda a fugir. Ele se apresenta como Karl, e convida a adolescente para um café. Depois, ele convence Maxi a deixar a cidade por um tempo e participar da conferência Re/Generation em Praga.

Após uma briga com o pai, Maxi decide fugir de casa, e acaba parando na Re/Generation, iniciando um relacionamento com Karl e se encantando cada vez mais por suas palavras.

“O filme mostra como uma adolescente é manipulada e explorada por um movimento neo-fascista de supremacia branca europeia, comandado pelo carismático Karl”, afirma o site Decider.

O elenco de Je Suis Karl é liderado por Luna Wedler e Jannis Niewöhner como Maxi e Karl, e conta também com Milan Peschel, Elizaveta Maximova, Marlon Boess, Veronika Bellova, Aziz Dyab, Daniela Hirsh, Melanie Fouche e Hendrick Voss.

Nas resenhas críticas já publicadas, o filme recebeu grandes elogios, principalmente por sua direção e a importância da história.

“É um filme muito bem dirigido, embora seu roteiro peque em algumas partes. Vale a pena assistir a Je Suis Karl, principalmente para quem está disposto a conferir uma história bastante desconfortável”, comentou o site Decider.

Je Suis Karl, de acordo com a opinião da crítica, é um filme bom, porém muito pesado. A experiência dos espectadores é desconcertante, principalmente pelo fato do longa abordar um tema extremamente atual.

Je Suis Karl já está disponível no catálogo brasileiro da Netflix; confira abaixo o trailer.

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »
%d blogueiros gostam disto: