No Allianz Parque, restaurante Braza aposta em menus temáticos para as atrações no gramado – 22/05/2022 – Restaurantes

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS


Inaugurado recentemente, o Braza é um restaurante diferente que funciona dentro do Allianz Parque, o estádio do Palmeiras, na zona oeste de São Paulo. Um de seus trunfos é que, seja em jogos de futebol, seja nos shows que o local recebe, o Braza vai montar pacotes (comida, bebida e ingresso) que conversem com as atrações que estiverem no gramado.

“Quando o Santos vier jogar aqui, faremos algo com peixes e frutos do mar. Se for contra um time gaúcho, vou priorizar talvez o carreteiro, alguma coisa da região. Quando vierem os times do Nordeste, teremos comida regional nordestina”, diz o chef Giovanni Renê.

No show do Kiss, que aconteceu lá em 30 de abril, o Braza escolheu servir um jantar que desse conta dos roqueiros que abusavam um pouquinho do tinto italiano Montepulciano d’Abruzzo, da gim-tônica ou do negroni, tudo incluído no pacote.

Para comer, havia camarão com nhoque tostado ao molho de capim-santo ou um entrecôte grelhado com ovo frito, cebolas e mil-folhas de batata frita, além de finger foods como choripan de cordeiro, tartar de peixe e a pizza do La Coppa. Já nas três apresentações do Coldplay, que acontecerão em outubro, o chef promete um cardápio inspirado nos sabores de Londres, cidade natal da banda.

O Braza fica em local privilegiado no estádio, bem em frente a um dos gols e ao local onde os palcos são montados. E, além do espaço do restaurante, há cadeiras de camarote para que todos possam acompanhar o evento sentados de frente para o gramado. São 122 lugares no Braza e mais 108 na irmã La Coppa, casa de comida italian que abrirá no mês que vem. Os dois espaços dividem o camarote em frente, que tem 252 assentos.

O valor do ingresso acaba impactando bastante o preço da balada. Nesta terça (24), quando o Palmeiras recebe o Deportivo Táchira, pela Libertadores, o pacote vai custar R$ 650. Já para o Coldplay ou o Guns N’Roses, em setembro, o custo é de R$ 2.000 por cabeça.

Nos dias normais, o Braza abre para almoço e jantar —não é preciso ser sócio do Palmeiras nem nada para frequentar o local. Basta subir o elevador até o terceiro andar do estádio e escolher as opções do menu à la carte, com pratos inspirados na biodiversidade brasileira produzidos com ingredientes locais. São itens como o polvo e lula no braseiro, servidos com socarrat de arroz bomba, maionese de rapadura e crocante de galinha), ou a costela de ripa de wagyu cozida e defumda, servida com risoto de canjiquinha, molho do cozimento e flocos de sal.

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEPTAR
Aviso de cookies
Translate »