Misteriosas auroras sinuosas so descobertas em Marte

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS


Espao

Com informações da WAM – 02/05/2022

Misteriosas auroras sinuosas s

As misteriosas auroras sinuosas (canto superior direito), em comparao com as auroras j conhecidas de Marte.
[Imagem: EMM/Divulgao]

Aurora discreta sinuosa

Cientistas da misso Hope (Esperana), uma sonda espacial dos Emirados rabes Unidos que est orbitando Marte, descobriram um enigmtico tipo de aurora que no se acreditava ser possvel no planeta vermelho.

Batizada de “aurora discreta sinuosa” pela equipe, o fenmeno em formato de cobra estende-se por metade do planeta.

A prpria Hope, alm de outras sondas espaciais, j observaram diversos tipos de auroras, mas quase sempre de pequena magnitude.

O problema que as auroras parecem depender do campo magntico do planeta, mas o campo magntico de Marte irregular demais para suportar um fenmeno da dimenso e com a variabilidade vistas agora.

A aurora discreta e sinuosa consiste em longas faixas semelhantes a cobras se movendo, aparentemente formadas pelas emisses de eltrons energizados na atmosfera superior, estendendo-se por muitos milhares de quilmetros, desde o lado diurno at o lado noturno de Marte.

As imagens foram feitas quando Marte estava experimentando o efeito de uma tempestade solar, resultando em um fluxo mais rpido e turbulento de eltrons do vento solar do que o normal. Assim, essas formas alongadas podem ser causadas por regies igualmente alongadas de condies de energizao de eltrons na cauda magntica do planeta.

Auroras de Marte

As novas observaes incluem linhas de campo “onduladas”, que no tocam a atmosfera do lado noturno, linhas de campo “fechadas”, que se conectam crosta em ambas as extremidades, e linhas de campo “abertas”, que conectam a crosta ao vento solar. Essas linhas de campo abertas afunilam eltrons em direo atmosfera em padres s vezes intrincados, que so ento refletidos na emisso ultravioleta resultante detectada pelo instrumento da sonda. Por serem espacialmente confinadas, essas emisses so conhecidas como “auroras discretas”.

As observaes foram feitas em ultravioleta, com um comprimento de onda de 130,4 nanmetros. Segundo a equipe, emisses nessa faixa so compatveis com eltrons energticos colidindo com tomos e molculas na atmosfera superior marciana, cerca de 130 km acima da superfcie. Esses eltrons viriam do vento solar e seriam energizados por campos eltricos na magnetosfera de Marte. Os eltrons seguem as linhas do campo magntico, ento seus caminhos para a atmosfera seriam determinados pelos campos magnticos nessa altitude.

Mas estas explicaes ainda so provisrias e altamente especulativas. A equipe espera encontrar suporte sua explicao – ou novas explicaes – em dados de arquivo de outras sondas orbitando Marte.

“Desde as primeiras observaes da aurora discreta, continuamos a ver novos padres incrveis de aurora que abrem novos insights sobre as interaes de partculas carregadas na atmosfera marciana”, disse Hessa Al Matroushi, cientista-chefe da misso. “H uma grande quantidade de novas informaes aqui para a equipe cientfica da EMM [Emirates Mars Mission] trabalhar”.


Seguir Site Inovação Tecnológica no Google Notícias

Outras notcias sobre:

Mais tópicos

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS

Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »