Macron inaugura museu e pede que Dreyfus, vítima de antissemitismo, não seja esquecido – 26/10/2021 – Mundo


O presidente francês, Emmanuel Macron, instou a população a não esquecer as batalhas do passado ao inaugurar, nesta terça-feira (26), um museu sobre Alfred Dreyfus, vítima de um complô judicial e antissemita no século 19.

“Não se esqueçam desses combates do passado, porque eles nos dizem que o mundo em que vivemos, como nosso país, como nossa República, não deve ser dado como certo e pode estar novamente ameaçado.” A fala fez óbvia referência a casos recentes de antissemitismo no continente europeu, em um fenômeno que tem piorado nos últimos meses.

O museu, que será aberto ao público na quinta-feira (28) na casa de Émile Zola em Médan, na região metropolitana de Paris, perpetua a memória do famoso escritor francês e de Alfred Dreyfus, capitão que foi vítima de uma conspiração judicial e acabou sendo reabilitado em 1906.

“Esse homem sofreu o pior, a humilhação, o silêncio, o isolamento”, disse Macron, referindo-se a Dreyfus. “Nada vai reparar essas humilhações, mas não vamos agravá-las deixando-as no esquecimento.”

Acompanhado pelo ex-primeiro-ministro francês Manuel Valls e pelo rabino-chefe da França, Haïm Korsia, Macron visitou o museu que apresenta mais de 500 documentos sobre o caso, entre eles um fac-símile da famosa reportagem falsa que incriminou o capitão e muitos cartazes antissemitas ou que insultavam Zola, que lançou o famoso manifesto “Eu acuso” em sua defesa.

“Zola também fez parte da luta pela qual correu enormes riscos, uma luta eminentemente republicana”, acrescentou o presidente francês.

Descendentes de Dreyfus e do escritor compareceram à inauguração, que consolida uma promessa feita por Macron em março de 2018, no jantar anual do Crif (Conselho Representativo das Instituições Judaicas na França).

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original



Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »