Kyrie Irving faz parte de minoria da NBA que é contra a vacinação – 29/09/2021 – Esporte

amazon celulares maior Vision Art NEWS


Mais de 90% dos jogadores da NBA estão vacinados contra a Covid-19, de acordo com a direção da liga norte-americana de basquete, e todos os árbitros e empregados cruciais dos times também serão vacinados, sem isenções, antes do início da temporada, em três semanas. Mas alguns jogadores muito conhecidos, entre os quais Kyrie Irving, armador e astro do Brooklyn Nets, expressaram ceticismo sobre a vacina ou evitaram responder quanto à sua situação de vacinação.

Porque os Nets são vistos como um dos candidatos mais importantes ao título, e a equipe é uma das apenas três cujos jogadores precisam estar vacinados para jogar em seus ginásios, a situação de vacinação de Irving pode ser um fator tão importante nos rankings da NBA quanto a atuação do time em quadra.

“Eu gostaria de manter sigilo sobre essa informação”, disse Irving a jornalistas na segunda-feira (27), questionado se esperava jogar as partidas que seu time fará em casa nesta temporada. “Por favor, respeitem minha privacidade. Qualquer questão que se refira ao que está acontecendo, por favor, evitem. Tudo será divulgado antes da data devida, quando a situação tiver sido esclarecida.”

Quando os Nets realizaram sua sessão de mídia no Barclays Center, na segunda-feira, Irving respondeu a perguntas de jornalistas via vídeo, não em pessoa. Diversas fontes apontaram que ele não estava presente por conta dos protocolos de saúde da NBA. A revista Rolling Stone publicou no final de semana uma frase de Tyki Irving, tia do atleta, dizendo que ele não tinha se vacinado por razões “cuja base não é religiosa, mas sim moral”. Não se sabe ao certo quando a entrevista com ela ocorreu.

Desde 13 de setembro, o Barclays Center e o Madison Square Garden, o ginásio em que o New York Knicks joga, vêm exigindo que todos os seus empregados e todos os espectadores com idade acima dos 12 anos que não tenham isenções médicas ou religiosas exibam provas de que receberam pelo menos uma dose de vacina, a fim de cumprir uma ordem do prefeito de Nova York, Bill de Blasio, com relação a arenas de esportes.

Em San Francisco, uma exigência semelhante se aplica ao Chase Center, o ginásio em que o Golden State Warriors joga. As normas significam que os jogadores de Knicks, Nets e Warriors não poderão jogar nas 41 partidas que cada um desses times fará em casa durante a temporada regular se não estiverem vacinados, o que a NBA e o governo municipal de Nova York definem como pelo menos uma dose de vacina.

No Chase Center, os jogadores precisarão estar integralmente vacinados. A NBA disse que os clubes estão dispensados de pagar os salários dos jogadores por jogos dos quais eles não participem por não estarem vacinados. Para Irving, que está no terceiro ano de um contrato de quatro anos e US$ 136 milhões (R$ 737 milhões, na cotação atual), isso pode significar um prejuízo substancial.

O sindicato dos jogadores da NBA não chegou a um acordo sobre vacinação obrigatória para seus integrantes, mas o sindicato dos árbitros da liga, sim. Todos os funcionários da NBA e dos clubes que devam se aproximar a uma distância de menos de cinco metros dos atletas precisarão estar integralmente vacinados, a não ser que tenham isenções médicas ou religiosas. Na WNBA, 99% das jogadoras já estavam integralmente vacinadas em junho. A liga feminina não tem uma regra de vacinação obrigatória.

Pelo menos um jogador da NBA procurou obter uma isenção religiosa a fim de evitar a necessidade de se vacinar: Andrew Wiggins, armador do Golden State. A liga anunciou na sexta-feira que havia rejeitado sua solicitação. Como Irving, Wiggins se recusou a discutir sua situação de vacinação na segunda-feira, durante a sessão de mídia do Warriors.

“Quem são vocês para achar que lhes devo explicações sobre aquilo em que acredito?”, disse Wiggins. “Ou sobre o que é certo ou errado, em minha opinião?”

Na sessão de mídia do Washington Wizards, porém, o armador Bradley Beal explicou por que escolheu não se vacinar. O jogador, eleito três vezes para o All-Star Game, ficou fora das Olimpíadas de Tóquio depois de ter um teste positivo de coronavírus. Ele falou aos jornalistas sobre a experiência.

“Não adoeci, não senti coisa nenhuma. Perdi o senso de olfato, mas foi só isso, para mim. Cada pessoa vai reagir de forma diferente”, afirmou.

“Algumas pessoas têm reações ruins à vacina. Ninguém gosta de falar a respeito disso. O que acontece se um de nossos jogadores é vacinado e não pode jogar depois disso? Porque existem casos desse tipo”, acrescentou Beal.

Não existem casos publicamente conhecidos de jogadores profissionais de basquete que tenham ficado ausentes de jogos por causa de efeitos colaterais da vacina, e quaisquer efeitos severos são raros entre os vacinados.

No entanto, alguns atletas falaram sobre questões musculares e respiratórias persistentes depois de passarem pela Covid-19. A NBA e o sindicato dos jogadores reportaram mais de 75 casos de contágio pelo coronavírus entre os atletas na temporada 2020/21, a maioria deles antes de que vacinas estivessem amplamente disponíveis.

Outro atleta que vem falando com ceticismo sobre a vacina é Jonathan Isaac, 23, ala do Orlando Magic. Ele disse à revista Rolling Stone que não tinha se vacinado e confirmou a declaração conversando com jornalistas na segunda-feira.

“No fim das contas, estamos falando de pessoas”, disse Isaac à revista, referindo-se aos cientistas que desenvolveram a vacina. “E nem sempre se pode confiar completamente em pessoas.”

De acordo com a revista Rolling Stone, Isaac estava “estudando história negra e assistindo às entrevistas coletivas de Donald Trump” para obter informações e desenvolver sua posição sobre a vacinação. O ex-presidente Donald Trump foi vacinado em janeiro, mas os estados em que ele venceu a eleição em 2020 apresentam proporção de vacinados muito inferior à dos estados vencidos pelo presidente Joe Biden.

Na segunda-feira, Isaac contestou a maneira pela qual a revista o caracterizou.

“Não sou contra a vacina. Não sou contra os remédios. Não sou contra a ciência. Não cheguei à minha posição atual sobre a vacina estudando história negra ou assistindo às entrevistas coletivas de Donald Trump”, disse Isaac. “Tenho o maior respeito por todos os profissionais de saúde e todas as pessoas, de Orlando e do planeta, que trabalham incansavelmente para nos manter seguros.”

Devin Booker, armador do Phoenix Suns, que ajudou a levar seu time à final da NBA no ano passado, anunciou em um “livestream” no Twitch no final de semana que está com Covid-19 e que perdeu o olfato e o paladar. Ele deve ficar ausente de ao menos parte da pré-temporada do time, que começa esta semana.

“Não vou dizer a vocês se fui vacinado ou não, mas é possível pegar a Covid mesmo vacinado”, disse Booker. “Informem-se.”

Aposentado, Kareem Abdul-Jabbar demonstrou estar decepcionado com o posicionamento da NBA em relação à vacinação da Covid-19. Em entrevista à Rolling Stone, disse que a liga “deveria insistir que os jogadores e equipes técnicas sejam ou vacinados ou removidos do time.”

Diversos jogadores participaram de campanhas para encorajar a vacinação, entre os quais Jrue Holiday, do Milwaukee Bucks, e Karl Anthony-Towns, do Minnesota Timberwolves, cuja mãe morreu de Covid-19. O comissário da NBA, Adam Silver, disse no segundo trimestre que ele esperava que a maioria dos atletas se vacinasse.

Diversos colegas de equipe de Irving declararam na segunda-feira que não estavam preocupados com a situação de vacinação dele.

“Isso é assunto de Kyrie, decisão pessoal dele”, disse Kevin Durant, ala dos Nets. “Não cabe a nós especular sobre o que pode estar acontecendo, mas confiamos em Kyrie. Espero que tenhamos o time completo em quadra, em algum momento.”

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

amazon computadores Vision Art NEWS

Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »
%d blogueiros gostam disto: