Kardashians voltam à frente das câmeras como começaram, com ‘sex tape’ – 14/04/2022 – Cinema e Séries

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS


São Paulo

Não que elas estivessem sumidas, afinal a presença nas redes sociais e eventos badalados nunca foi interrompida. Mas quem se mantinha atualizado com as Kardashians por meio do reality show que elas estrelaram por cerca de 15 anos no canal pago E! estava órfão desde junho de 2021, quando o programa foi encerrado depois de 20 temporadas.

Visando atender ao público saudoso das irmãs socialites, célebres por serem o epítome da fama pela fama, o serviço de streaming Star+ as traz novamente para a frente das câmeras —menos de 10 meses depois de darem uma pausa. Assim como no programa anterior, elas são acompanhadas no dia a dia glamoroso, mas também deixam entrever em alguns momentos os conflitos existenciais dos ricos e superexpostos.

Logo no primeiro episódio, um fantasma do passado aparece para assombrar a família. Em um churrasco que reúne todos (com exceção de Kendall Jenner, 26, que estava com Covid no dia), o filho de Kim Kardashian, 41, mostra a ela uma propaganda que surgiu em seu joguinho eletrônico.

Trata-se de um anúncio que promete cenas “inéditas” da socialite fazendo sexo —não fica claro se é uma nova “sex tape” ou se são novas imagens da socialite transando com o então namorado, Ray J, que se tornaram públicas há cerca de 20 anos. Assistir à mais célebre das irmãs às voltas com essa questão é quase um déjà-vu, já que isso também foi tema da primeira temporada de Keeping Up with the Kardashians, o primeiro reality show da família.

Então, o que tem de diferente no novo The Kardashians? “Nós começamos o Keeping Up with the Kardashians há muitos anos e muita coisa aconteceu quando não tínhamos nossas próprias famílias e nossas próprias carreiras”, diz Khloe Kardashian, 37, em entrevista ao F5. “Nós tínhamos a loja de roupas, mas isso era tudo.”

“Ao longo desses 15 anos, todas nós ganhamos filhos e parceiros de vida e criamos nossos próprios negócios”, comenta. “Esse programa novo, The Kardashians, tem estilo de documentário e é mais focado nas nossas vidas individuais, em oposição a sermos mostradas sempre juntas.”

Kourtney Kardashian, 42, concorda. “Estamos filmando muito mais individualmente, em vez de todas juntas”, afirma. “De certa forma, acabamos nos tornando também espectadoras. Nós passamos a acompanhar também umas às outras.”

Ela dá como exemplo os bastidores da participação de Kim no humorístico Saturday Night Live, que foi ao ar no dia 9 de outubro de 2021. A preparação dela para aparecer na atração, ao vivo, é um dos destaques dos primeiros episódios do novo reality show.

“Eu não estava em Nova York para a gravação, mas pude assistir ao material editado [dos bastidores]”, diz. “Foi muito legal ver o que todo mundo está aprontando. Acho que acabamos tendo uma perspectiva diferente umas sobre as outras.”

Khloe conta que esse também foi um dos momentos que ela mais gostou de assistir. “Aprendi algo novo vendo a Kim no programa, descobri a habilidade que ela tem de performar daquele jeito”, conta. “Eu e a Kourtney sempre zoamos ela dizendo que ela não é engraçada, mas pelo visto ela meio que é. Agora acho que a gente que não dava muita oportunidade para ela (risos).”

A socialite e empresária também conta que gostou de acompanhar o novo romance de Kourtney com o amigo de longa data Travis Barker, 46, baterista da banda de rock Blink-182. Os dois pombinhos aparecem demostrando muito afeto —e trocando vários beijos com direito a mão-boba— nos episódios.

“Tem muitas partes da Kourt e do Travis em que eu não estava com eles, e eu costumava estar com ela o tempo todo”, lembra. “Então ver essa relação como espectadora é bastante cativante e amoroso. Eu realmente gostei de assistir a isso pela primeira vez [no reality].”

O programa vai abordar como fica a relação dela com o ex, Scott Disick, e o pedido de noivado feito pelo roqueiro em uma surpresa romântica com a cumplicidade de toda a família. Também é possível que a temporada chegue a mostrar material exclusivo do casamento dos dois em uma capela de Las Vegas, oficiado por um imitador de Elvis Presley —ou que isso fique para uma segunda leva de episódios.

“Estou muito animada porque estou em um momento muito feliz da vida agora”, afirma Kourtney. “Acho que o mundo precisa de mais amor e positividade, então estou amando a possibilidade de mostrar isso.”

“Ao mesmo tempo, falando por mim, mas provavelmente algo que as minhas irmãs concordariam, às vezes temos uma hesitação em expor os nossos relacionamentos por causa de tudo o que passamos. Mas estou me sentindo muito positiva e muito além de grata em poder falar da minha história de amor e ter isso documentado.”

Essa possibilidade de registrar tudo o que se passa com elas é, aparentemente, o que mais diferencia as irmãs. Se para algumas isso se tornou natural, para outras ainda parece um fardo um pouco maior.

É o caso de Kylie Jenner, a caçula, que tinha apenas 10 anos quando o primeiro reality show sobre a família estreou. Não vá assistir ao programa achando que ela vai revelar de cara o nome do segundo filho, algo que ela não confirmou publicamente até o momento.

Nos primeiros episódios, ainda grávida, a modelo e influenciadora digital não conta nem para a própria mãe o sexo do bebê que está esperando. Ela argumenta que tem coisas que ela e o marido, o rapper Travis Scott, preferem manter em segredo, já que tudo sobre a vida deles é sempre tão exposto.

“Éramos muito novas quando começamos o Keeping Up with the Kardashians”, explica Khloe. “Eu tinha 22 anos e lembro que nos contaram que era um programa só para tapar buraco, que teria apenas uma temporada e que nós não deveríamos nos acostumar com aquilo.”

“Acho que, na época, não tivemos tempo para pensar no que nós queríamos e o que esperávamos de nós mesmas ou de um reality show sobre a gente”, avalia. “O programa foi engrenando e tudo virou uma bola de neve, então fomos aprendendo no meio do caminho.”

“Foi muito bom para nós dar essa parada”, diz. “Quando você amadurece, as coisas vão evoluindo e você passa a ter outras vontades, desejos e visões sobre você mesma. Keeping Up with the Kardashians foi um marco na cultura pop, mas este programa foi mais pensado, em vez de só termos deixado rolar.”



Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS

Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »