Jovem que estudou no Guri ganha bolsa para mestrado em Zurique – Notícias



A música está presente na vida de Lucas Martins desde a infância. Foi nas aulas de música em uma escola de Bauru, interior de São Paulo, que conheceu as primeiras notas musicais e a flauta. Hoje, formado em música pela USP (Universidade de São Paulo), o jovem segue para o mestrado na Universidade de Artes de Zurique, na Suíça, e faz vaquinha para conseguir se manter no curso.


Foi no segundo ano do ensino fundamental que Lucas participou das primeiras aulas de canto e flauta doce. “Na escola fiz amizade com uma menina que estudava no projeto Guri e fui conhecer”, lembra. Ali começou a aprender a tocar flauta transversal e não parou mais.



“Cheguei a integrar a Banda Sinfônica de Bauru, mas foi no Festival El Bicentenario de Argentina, em Buenos Aires, que participei com o Guri que entendi que queria ser músico aos 17 anos”, conta.



Após uma conversa com os pais sobre carreira e futuro profissional, Lucas optou pelo curso de Engenharia. “Continuei estudando flauta, participei de festivais de música fora do país e em um desses conheci a universidade em Zurique, fiquei impressionado com o nível dos professores, mas naquele momento não achei que conseguiria estudar lá.”


Com o fim do curso de engenharia veio uma proposta de emprego. “Sabia que se eu aceitasse, seria a pá de cal na minha carreira como músico”, diz. “Não aceitei a oferta de emprego e prestei vestibular para a faculdade de música na USP sem que meus pais soubessem.”


Para a surpresa de Lucas, os pais deram todo apoio. “Já estudando na USP, consegui bolsa de estudos da Sociedade Cultura Artística, pude participar de diferentes orquestras como a do Theatro São Pedro, a Sinfônica da USP entre outras.”


Sem grandes pretensões, o jovem músico fez a inscrição para o mestrado na Universidade de Artes de Zurique e foi aprovado. “Foi uma explosão de alegria, uma emoção muito grande”. 


Todo o custo do curso será pago pela Sociedade Cultura Artística, mas moradia e alimentação ficam por conta do jovem. Lucas criou uma vaquinha online para arrecadar R$ 120 mil.


Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original



Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »