Itapemirim será multada por desrespeito aos consumidores, diz Procon – 22/12/2021 – Mercado

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS


O Procon de São Paulo anunciou que multará a Itapemirim Transportes Aéreos pela suspensão abrupta de serviços da companhia na última sexta-feira (17).

O órgão afirma que a resposta da empresa a seus questionamentos não atendeu às expectativas e que a multa, que pode chegar a R$ 11 milhões, será aplicada diante do desrespeito aos consumidores. Ainda segundo o Procon, mais de 133 mil passageiros –considerando viagens de ida e volta no período de 17 de dezembro a 17 de fevereiro– foram afetados pelo problema, segundo resposta da companhia.

“Diante da gravidade da situação, a empresa deve dar uma solução imediata aos passageiros –seja a realocação em outro voo ou a devolução dos valores. A equipe de fiscalização aplicará multa e estão sendo analisadas providências no âmbito criminal”, disse o Procon.

Procurada para comentar a decisão do órgão de defesa do consumidor, a Itapemirim informou que está consultando seu departamento jurídico e ainda não fará pronunciamento a respeito. A companha alega que precisou suspender as atividades diante da paralisação de funcionários de uma empresa terceirizada.

Nas respostas ao Procon, a ITA afirmou que projeta retomar suas atividades em 17 de fevereiro de 2022.

A ITA teve 24 horas, encerradas nesta terça-feira (21) às 18h, para informar ao Procon quais providências seriam tomadas. De acordo com o órgão, a empresa limitou-se a afirmar que dará o apoio e realizará o reembolso dos afetados.

“A suspensão abrupta das suas atividades revela falta de planejamento, de respeito pelos consumidores e mostra que a empresa não tinha condições de operar”, analisou o órgão.

Ainda segundo o Procon, a empresa informou que a suspensão ocorreu devido a problemas ocasionados pela empresa terceirizada que prestava serviços técnicos de atendimento de rampa nas aeronaves e operações de carga, além de atendimento a passageiros.

Os funcionários da prestadora de serviços teriam abandonado os postos de trabalho na sexta (17), enquanto um acordo previa que as operações aconteceriam até 10 de janeiro.

Para o Procon, a empresa, ciente da previsão do fim da atuação da empresa parceira, deveria ter tomado medidas para evitar a suspensão inesperada dos serviços aéreos.

A Itapemirim informou que pouco mais da metade dos passageiros com viagens agendadas até dia 31 de dezembro já haviam sido reacomodados em voos de outras companhias ou tiveram os valores reembolsados.

A empresa também vem oferecendo passagem de ônibus –a viação do grupo segue operando– e diz que a prioridade para acomodações em outras empresas são para passageiros em trânsito que precisam retornar para casa.

Reportagem da Folha, porém, mostrou que muitos ainda enfrentam dificuldade para marcar a volta.

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS

Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »