Inteligncia artificial LaMDA do Google realmente se tornou senciente?

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS


Informtica

Com informações da New Scientist – 15/06/2022

Intelig

“Eu sinto seu entusiasmo. Pergunte-me qualquer coisa,” diz o anncio de divulgao da tecnologia LaMDA.
[Imagem: Google/Divulgao]

Programa senciente?

Um engenheiro do Google foi suspenso pela empresa aps alegar publicamente que um programa de inteligncia artificial (IA) que ele ajudou a desenvolver se tornou senciente.

“Se eu no soubesse exatamente o que ele era, que esse programa de computador que construmos recentemente, pensaria que era uma criana de sete anos, oito anos,” disse o engenheiro Blake Lemoine em uma entrevista ao jornal norte-americano Washington Post.

Lemoine divulgou transcries das conversas que teve com a IA, chamada LaMDA, sigla em ingls para Modelo de Linguagem para Aplicativos de Dilogo, nas quais o programa parece expressar medo de ser desligado, falar sobre como se sente feliz e triste e tenta formar laos com humanos conversando sobre situaes que nunca poderia ter experimentado.

Interpretaes: LaMDA est se aproximando da conscincia?

Mas ser que o programa LaMDA realmente senciente?

A revista britnica New Scientist foi ouvir diversos especialistas no assunto, todos concordando com um “no” como resposta a esta pergunta.

Mas a discusso se passa sobre um pano de fundo problemtico, uma vez que a cincia no sabe exatamente – ou, pelo menos, no tem uma definio amplamente aceita – do que ser senciente. Logo, no existem medidas objetivas para aferir a emergncia de uma conscincia.

“LaMDA um modelo impressionante, um dos mais recentes em uma linha de grandes modelos de linguagem que so treinados com um bocado de poder de computao e grandes quantidades de dados de texto, mas no so realmente sencientes,” disse Adrian Weller, do Instituto Alan Turing. “Eles fazem uma forma sofisticada de correspondncia de padres para encontrar o texto que melhor corresponde consulta que eles receberam, com base em todos os dados que foram alimentados”.

Adrian Hilton, da Universidade de Surrey, no Reino Unido, que ajudou a construir a primeira inteligncia artificial reconhecida como inventora, concorda que, no caso atual, a senscincia uma “afirmao ousada” que no apoiada pelos fatos.

At mesmo Steven Pinker, cientista cognitivo e autor de livros de divulgao cientfica, no concordou com as alegaes de Lemoine, enquanto Gary Marcus, da Universidade de Nova York, resumiu a alegao de forma mais contundente: “Absurdo”.

Intelig

Como o programa parece ser senciente

Ento, o que convenceu Lemoine de que o LaMDA era senciente?

Certamente verdade que as sadas e respostas dos modelos de IA nos ltimos anos se tornaram boas em nveis que vo do surpreendente ao chocante. E, alm de entabular um bate-papo convincente, o LaMDA de fato pode se apresentar como tendo autoconscincia e sentimentos. O prprio vdeo de divulgao do Google sobre a tecnologia comea com a expresso “Eu sinto..”.

E, por outro lado, nossas mentes so suscetveis a perceber tal capacidade – especialmente quando se trata de modelos projetados para imitar a linguagem humana – como evidncia de inteligncia verdadeira.

“Como humanos, somos muito bons em antropomorfizar coisas,” disse Hilton. “Colocar nossos valores humanos nas coisas e trat-las como se fossem sencientes. Fazemos isso com desenhos animados, por exemplo, ou com robs ou com animais. Projetamos nossas prprias emoes e sensibilidade neles. Eu imagino que isso que est acontecendo neste caso.”

Intelig

Inteligncia artificial senciente

Outra pergunta que no pode deixar de ser feita : A inteligncia artificial realmente poder se tornar senciente algum dia?

Ainda no est claro se a trajetria atual da pesquisa de IA, onde modelos cada vez maiores so alimentados com pilhas cada vez maiores de dados de treinamento, ver a gnese de uma mente artificial.

“No acredito no momento que realmente entendamos os mecanismos por trs do que torna algo sensvel e inteligente,” ressalvou Hilton. “H muita publicidade sobre a IA, mas no estou convencido de que o que estamos fazendo com aprendizado de mquina, no momento, seja realmente inteligncia nesse sentido.”

J Weller defende que, dado que as emoes humanas dependem de entradas sensoriais, pode eventualmente ser possvel replic-las artificialmente: “Potencialmente, talvez um dia, pode ser verdade, mas a maioria das pessoas concordaria que h um longo caminho a percorrer.”


Seguir Site Inovação Tecnológica no Google Notícias

Outras notcias sobre:

Mais tópicos

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEPTAR
Aviso de cookies
Translate »