Tecnologia

Instagram permite inclusão de pronomes no perfil – 04/01/2023 – #Hashtag

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS


O Instagram anunciou nesta quarta-feira (4) a possibilidade de incluir no perfil do aplicativo os pronomes de tratamento da preferência do usuário. A opção já estava disponível em países de língua inglesa.

Pessoas da comunidade LGBTQIA+ e aliados costumam deixar públicos os pronomes de tratamento —ela/dela; ele/dele; elu/delu— preferidos para promover a comunicação respeitosa à identidade de gênero do interlocutor.

Em nota, o Instagram afirma que algumas pessoas já costumavam inserir os pronomes de tratamento de alguma forma no perfil; seja no nome ou na descrição da bio. Agora, podem preencher a informação em um campo específico. O objetivo é “construir um ambiente seguro e acolhedor” para a comunidade de usuários.

Para incluir seu pronome, basta acessar seu perfil e tocar na opção ‘Editar perfil’ no topo, abaixo da foto de perfil. O campo Pronomes está embaixo do nome de usuário e, em português, é possível selecionar entre os pronomes femininos (ela/dela), masculinos (ele/dele) e não-binários (elu/delu).

Alguns internautas comemoraram a chegada do recurso da plataforma no Brasil, pouco mais de um ano da mudança ter sido testada na versão em inglês da rede social.

Já outros, são contra.

Outra rede social que permite a identificação dos pronomes de tratamento é o LinkedIn, rede voltada para trabalho e carreira. O Facebook permite identificação de gênero não-binário desde 2015.


LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEPTAR
Aviso de cookies
Translate »