Homem que roubou cachorros de Lady Gaga é condenado a 4 anos de prisão – 03/08/2022 – Celebridades

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS


São Paulo


AFP

Um dos homens que roubaram os cachorros da cantora Lady Gaga foi condenado a quatro anos de prisão em um tribunal de Los Angeles, nesta quarta-feira (3). Jaylin White, 20, cumprirá a pena em “uma prisão estadual”, disse a vice-procuradora distrital de Los Angeles, Michele Hanisee.

O réu concordou com um acordo judicial no qual ele desistiu de contestar a acusação de agressão de segundo grau em troca de tentativa de assassinato e acusações de conspiração foram retiradas.

Em abril do ano passado, White, juntamente com James Howard Jackson, 19, e Lafayette Shon Whaley, 28, foram acusados pelo sequestro dos animais de estimação da cantora Lady Gaga, em fevereiro de 2021. Eles balearam o passeador de cachorros Ryan Fischer, que ficou entre a vida e a morte.

Fisher estava passeando com os cachorros Koji, Gustav e Miss Asia perto do Sunset Boulevard, em Los Angeles, quando foi interceptado por dois homens saindo de um carro. Ele foi baleado e os criminosos fugiram com Koji e Gustav. Miss Asia fugiu e depois voltou para encontrar Fischer, que ficou ferido gravemente.

“Você não apenas roubou meus cachorros naquela noite, você roubou meu sustento”, disse Fischer a White no tribunal, segundo a Rolling Stone.

“Eu quase morri naquela noite”, disse ele entre lágrimas. “Mas o trauma mental e emocional que você causou naquela noite foi muito pior”, disse ele à revista.

A polícia falou que não acha que os suspeitos miraram o passeador para levar os cães da dona famosa, mas porque eles são uma raça cobiçada e cara. Pequeno e, portanto, fácil de segurar e transportar, um buldogue francês é vendido por milhares de dólares no mercado negro como o cão favorito das estrelas.

Na época, a cantora ofereceu uma recompensa de US$ 500 mil (cerca de R$ 2,6 milhões) e acabou recuperando os dois cachorros, que foram entregues à polícia por uma mulher dois dias após o roubo.

James Howard Jackson, acusado de atirar em Fisher, foi solto em abril por “um erro administrativo”. Em julho, as autoridades ofereceram uma recompensa de US$ 5.000 (cerca de R$ 26 mil) por informações que levassem à sua captura.



Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEPTAR
Aviso de cookies
Translate »