Ginásio abriga moradores de rua e seus animais nas noites frias em Canoas (RS)


Moradores de rua e seus animais encontraram abrigo contra as noites frias no ginásio do Centro Olímpico Municipal de Canoas (RS).

Segundo a prefeitura, a ação começou dia 29, e a expectativa é manter as portas abertas até a próxima segunda-feira (5).

Na primeira noite, 37 pessoas foram atendidas no local, com capacidade para 70. Ao chegarem, elas passaram por teste rápido contra a Covid-19 e receberam kit de higiene. Graças à solidaridade da população e uma corrente do bem que levou a doações de mantimentos e roupas, também puderam escolher casacos para se aquecer. Depois, receberam um jantar e cobertor para passar a noite.

Enquanto o Sul registra temperaturas negativas, uma imagem compartilhada pela administração municipal deixa o coração quentinho: Zoreia, um cachorro que acompanha o tutor, dormindo em um dos colchões distribuídos pela quadra.


FRIO

Animais também sentem frio e necessitam de cuidados no inverno. Por isso, além de cães de pessoas em situação de rua, aqueles acolhidos em abrigos também precisam de roupinhas e cobertores, e muitas ONGs estão fazendo campanha para arrecadar produtos.

Tremor é um sinal claro de que o pet está com frio. Mas o tutor deve ficar atento se ele passar muito tempo deitado ou encolhido, dormir mais que o habitual ou estiver em letargia. Mudanças na respiração e nos movimentos respiratórios são sinais de atenção.

Veja abaixo dicas para proteger o pet do frio em casa.

– Evite que o animal durma no chão sem proteção alguma. Mantenha sempre disponíveis caminhas, tocas ou até caixas para que ele se proteja

– Para animais que vivem em quintais, confira se a casinha está bem protegida, sem frestas ou aberturas que facilitem a entrada do frio ou de água

– Prefira horários mais quentinhos para os passeios, sem garoa ou sereno

– Bolsas de água ou gel aquecidas podem ajudar o bichinho a dormir melhor. Basta aquecer e colocar embaixo das cobertas da caminha, casinha ou toca predileta

– Mantenha a rotina de alimentação e evite excessos

– Aumente a oferta de água em diversos pontos da casa para estimular a ingestão

– Se der banho em casa, fique atento à temperatura da água, morna e agradável, e seque muito bem o animal com toalha ou secador. Não deixe que ele se seque sozinho, ao ar livre

– Deixe o ambiente com umidade e temperatura adequadas. Aquecedores acabam deixando o ambiente seco e quente. O ideal é associar um aquecedor com capacidade de umidificar o ar ou ter um umidificador separado. Tome cuidado para não deixar o equipamento ao alcance do animal, pois podem ocorrer queimaduras ou choques elétricos.

– Cheque se a vacinação está em dia; e consulte o veterinário  sobre a imunização contra gripe e tosse dos canis

– Roupinhas e sapatinhos devem ser confortáveis; se o animal não tolera o agasalho, não insista –e ofereça outros formas para que ele se aqueça, como cobertores e caminhas

*

Siga o Bom Pra Cachorro no Facebook, no Instagram ou no Twitter.

Quer ver a história do seu pet publicada ou quer sugerir reportagem? Mande para [email protected]  ou marque no Instagram



Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original



Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »