Medicina e Saúde

Gastos com saúde mental aumentaram mais de 50% após Covid

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS


Um dos reflexos da pandemia de Covid-19 foi o aumento dos gastos com saúde mental. Mas mesmo após o fim do estado de emergência de saúde global, anunciado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em maio de 2023, esse cenário não foi alterado.

Leia mais

Gastos com saúde mental

  • De acordo com um novo estudo publicado na revista JAMA Health Forum, os gastos com serviços de saúde mental aumentaram 53% de março de 2020 até agosto de 2022 nos Estados Unidos.
  • No mesmo período, a utilização de serviços do tipo aumentou 39%.
  • Os pesquisadores dizem que é incerto se a tendência continuará, já que algumas regras que expandiram o pagamento por serviços de telessaúde expiraram quando a emergência de saúde pública do país terminou.
  • “Se a maior utilização dos serviços de saúde impulsionar maiores gastos com saúde, as seguradoras podem começar a empurrar para trás o novo status quo. As seguradoras podem procurar maneiras de reduzir os custos e isso pode significar menos flexibilidade sobre o uso da telessaúde para serviços de saúde mental”, destacou Jonathan Cantor, principal autor do estudo.

O estudo

  • Para examinar as tendências nos serviços de saúde mental após o início da pandemia, os pesquisadores examinaram os sinistros de cerca de 7 milhões de adultos segurados comercialmente de janeiro de 2019 a agosto de 2022, de acordo com informações da Medical Xpress.
  • As condições examinadas foram transtornos de ansiedade, transtorno depressivo maior, transtorno bipolar e esquizofrenia.
  • Os pesquisadores descobriram que, durante a fase aguda da pandemia, de março de 2020 a dezembro de 2020, os serviços de saúde mental presenciais diminuíram 40%, enquanto os serviços de saúde mental telepresencial aumentaram cerca de 10 vezes em comparação com o ano anterior.
  • No geral, houve um aumento de 22% na utilização de serviços no período.
  • Durante o período pós-agudo, de dezembro de 2020 a agosto de 2022, a utilização de serviços de saúde mental se estabilizou em cerca de 10 vezes os níveis pré-pandemia.
  • Por outro lado, os serviços presenciais aumentaram 2,2% a cada mês no período.
  • Já em agosto de 2022, os serviços mentais presenciais haviam retornado a 80% dos níveis pré-pandemia.
  • No geral, o uso de serviços de saúde mental em agosto de 2022 foi quase 39% maior do que antes da pandemia.
  • As tendências foram geralmente consistentes em todas as condições de saúde mental.
  • Durante o período pós-agudo, houve um aumento gradual nas taxas de gastos, uma vez que os gastos com serviços de tele-saúde mental permaneceram estáveis, enquanto os gastos com atendimento presencial aumentaram gradualmente.
  • A taxa média de gastos no período pós-agudo foi de mais de US$ 3,5 milhões por 10 mil beneficiários por mês, em comparação com cerca de US$ 2,3 milhões por mês durante o período pré-pandemia.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEPTAR
Aviso de cookies
Translate »