Funcionários de time da China aceitam trabalhar de graça – O Mundo é uma Bola


A crise financeira que atingiu o Jiangsu Suning, atual campeão chinês, obrigando-o a fechar as portas em fevereiro, chegou a outra equipe da elite da China, o Hebei FC, da cidade de Langfang.

No final de outubro, o clube fundado em 2010 anunciou que não tem como dar continuidade às operações até que um novo investidor apareça e injete dinheiro nele.

Nesse cenário, os funcionários do clube, avisaram que, na tentativa de colaborar e evitar a falência do Hebei, aceitarão trabalhar de graça.

O comunicado, conforme informou a agência de notícias Xinhua, tem a assinatura de 60 empregados, que afirmaram aceitar ficar sem receber salário até que o clube consiga se reestruturar.

“O clube não pode pagar contas de água, de luz e as despesas com viagens”, diz a carta. “Enquanto ele puder sobreviver, queremos trabalhar sem qualquer pagamento, até que a reforma estrutural seja concluída, com o fim da crise.”

O proprietário do Hebei, desde 2015, é a incorporadora China Fortune Land Development, uma das vítimas do estouro da bolha imobiliária no país asiático. Suas ações despencaram, e as dívidas estariam na casa dos US$ 42 bilhões (quase R$ 230 bilhões).

Na fase classificatória da Super Liga, o campeonato nacional da primeira divisão, o Hebei terminou na quarta colocação do Grupo B, entre oito times, com seis vitórias, cinco empates e três derrotas.

A posição assegurou a classificação para a etapa decisiva da competição, que começará em dezembro.

Hebei 2 Vision Art NEWS
Os dias já foram melhores para o Hebei, de Hu Rentian, em comemoração de gol com o brasileiro Marcão, que já deixou o time (Zhu Zheng – 10.mai.2021/Xinhua)

Treinado por um sul-coreano, Kim Jong-boo, o Hebei, cuja melhor colocação na Super Liga foi o quarto lugar em 2017, conta com quatro estrangeiros no elenco.

Um deles é o atacante brasileiro Léo Souza, de 24 anos, que atuou no Japão de 2018 a 2020 e neste ano transferiu-se para a China.

Os outros são o zagueiro bósnio Samir Memisevic, o volante norueguês Ole Selnaes e o atacante português João Silva.

Os principais jogadores brasileiros em atividade na China são o meia Oscar –autor do gol de honra do Brasil no 7 a 1 para a Alemanha na Copa de 2014– e os atacantes Henrique Dourado, Ricardo Goulart e Alan Kardec.

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original



Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »