Fat Cat Art: Morre Zarathustra, gato que inspirou russa a recriar obras de arte – 18/12/2021 – Gatices

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS


Morreu nesta quinta-feira (16), aos 16 anos, Zarathustra. O gato inspirou sua tutora, a artista russa Svetlana Petrova, a recriar obras de arte e ficou famoso mundialmente com o projeto Fat Cat Art.

O felino estava fazendo tratamento para pancreatite e peritonite, mas não resistiu.

Com nome de profeta persa, Zarathustra apareceu em algumas das obras mais importantes da história da arte, como “Mona Lisa”, de Leonardo da Vinci (1452-1519), e “A Criação de Adão”, de Michelangelo (1475-1564).

O bichano laranja, gordo e bochechudo foi fonte de inspiração para Svetlana. Com técnicas de pintura, fotografia e Photoshop, ela inseriu imagens do gatinho em quadros icônicos.

A artista herdou Zarathustra quando a mãe dela morreu. Fascinada com a beleza e a corpulência do felino, ela criou o projeto Fat Cat Art.

Em seu site, Svetlana disponibiliza as imagens separadas por períodos que vão da Antiguidade à arte contemporânea.

Neste sábado (18), Svetlana fez um post no Instagram anunciando o falecimento do gatinho.

Leia a seguir:

A notícia mais triste: o nosso querido Zaratustra terminou o seu caminho no seu corpo físico e regressou ao seu lar, mundo imortal gigital no fim de 16.12.2021 aos 16 anos

Seu coraçãozinho não resistiu, embora me parecesse que havia esperança e que poderíamos superar. Mas o dano causado pela pancreatite e a subsequente peritonite foi muito grande …

Aconteceu uma hora depois de eu escrever a atualização sobre a saúde dele. Z apenas deitou a cabeça perto da tigela de água. Eu o agarrei e vi seu último suspiro … Ele estava sorrindo e olhou para mim com olhos amorosos enquanto caia no céu profundo … Eu tentei soprar ar em sua boca e nariz, fiz massagem cardíaca, mas não consegui reanimá-lo …

Eu estava absolutamente devastada. Sou muito grata ao nosso veterinário @vet_life_spb, que me apoiou imediatamente após a morte de Zaratustra, e aos meus amáveis ​​amigos Teresa, @minipojar, Dmitry e @oxanashilovskaya, que vieram até mim nessa noite horrível para dizer adeus ao grande gato e sofrer comigo.

As cinzas de Zaratustra serão enterradas no túmulo de minha mãe.

Quando minha mãe faleceu, foi Zaratustra quem me salvou da depressão. Eu sei que ele não quer eu afunde na tristeza agora que ele foi embora. E, rodeada por sua pintura, papéis de parede e azulejos em meu apartamento, não sinto que ele se foi. Eu o sinto me abraçando com toda essa arte e o vejo voando na luz no teto da minha cozinha. Eu simplesmente não consigo mais tocá-lo, ouvir sua voz, olhar em seus olhos, e isso dói muito. Mas sua presença na arte é gloriosa, e a arte nunca morre.

Ele me deixou muitas pinturas e até vídeos para terminar, e eu tenho que desenvolver seu legado. Tenho milhares de fotos e vídeos no meu computador. Ele viajou na história da arte por séculos e continuará sua jornada no mundo digital.

Muito obrigada, queridos amigos aqui do IG, por seu apoio avassalador durante a doença de Zaratustra; isso me ajudou a viver durante esse período difícil. Desculpe, não pude escrever antes sobre o que aconteceu, estava absolutamente devastada. Eu sinto muito a falta do meu gatinho. Mas devo dizer que Zaratustra voltará em novas pinturas, basta dar-lhe um pouco de tempo.

Abraço a todos vocês, Svetlana, mãe de Zaratustra

Siga o blog Gatices no Twitter, Instagram e Facebook.


LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.



Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS

Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »