Facebook processa homem que criou rede de perfis falsos na plataforma

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS


A Meta, empresa dona do Facebook, entrou com um processo contra Chad Taylor Cowan, suspeito de criar uma rede de contas falsas que forneciam feedbacks positivos a empresas com o intuito de aumentar a pontuação e visibilidade dos negócios.  

Na denúncia feita no Tribunal Distrital dos Estados Unidos para o Distrito Norte da Califórnia, a Meta afirma que Cowan violou termos da plataforma e fornecia um serviço de engajamento completamente falso direcionado ao Facebook. 

publicidade

Leia também!

Os feedbacks a empresas são analisados pelo Facebook para compreender a experiência de um usuário com a companhia em questão. Por exemplo, quando há diversos comentários positivos, uma empresa é beneficiada.  

No entanto, quando uma empresa recebe uma série de feedbacks negativos, o Facebook pode agir restringindo anúncios, reduzindo monetização e, em alguns casos, até bloqueando as contas.  

O serviço fornecido por Cowan visava disparar diversos apontamentos positivos para as empresas, fazendo com que qualquer comentário negativo se tornasse exceção. Desta maneira, a experiência descrita era completamente falsa, enganando outros usuários.  

meta facebook
Meta processa suspeito de criar rede de feedbacks falsos no Facebook. Imagem: Gil C/Shutterstock

Em sua denúncia, a Meta aponta que continuará a “mitigar golpes e venda insegura de produtos”, além de permanecer desenvolvendo medidas para que suas tecnologias “continuem sendo um espaço seguro para as pessoas descobrirem novos produtos e ajudarem as pequenas empresas a crescer”. 

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

 

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS

Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »