Especialistas maranhenses refletem a importância do Dia da Consciência Negra | Maranhão


Segundo ela, o conceito de racismo estrutural não desresponsabiliza o indivíduo, apenas alerta para o fato de que não bastam atitudes individuais não racista, é preciso também que o Estado, suas instituições, as relações econômicas e a cultura sejam objetos de constante pesquisa para quem deixem de produzir e reproduzir racismos.

Para o antropólogo Gerson Lindoso, debater atualmente sobre políticas públicas se torna uma questão complexa, pois o Brasil é considerado um país multicultural.

De acordo com Gerson Lindoso, o Dia da Consciência Negra gera uma reflexão de que a data não é legitimada apenas para os negros e falar de racismo impõe também o resto da sociedade.

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original



Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »