Eclipse parcial da Lua se oferece ao oeste do Brasil na madrugada de quarta (26) – Mensageiro Sideral


Uma situação astronômica curiosa surge nos céus do Brasil na madrugada desta quarta-feira (26). Depois de passar a noite sob a Lua cheia, durante o poente lunar, nosso satélite natural vai adentrar a sombra da Terra, enquanto os primeiros raios do nascer do Sol surgem no horizonte oposto.

É mais um eclipse total da Lua, que, contudo, por essas bandas, será apenas parcial, e isso na melhor das hipóteses. Os melhores lugares desta vez para ver o eclipse total, quando a Lua ganha aquele aspecto cor de tijolo, ficam na Oceania, na Ásia, no Pacífico e no extremo oeste das Américas. Por aqui, quem estiver mais a leste do Brasil verá rigorosamente nada. Isso porque a fase penumbral do eclipse, em que apenas parte da luz solar é bloqueada pela Terra, começa às 5h47 (horário de Brasília).

Nesse momento, a Lua ainda está visível no céu, por exemplo, de São Paulo, mas já bem baixa no horizonte. Contudo, eclipse penumbral não é perceptível, a não ser que você tenha um fotômetro medindo quanta luz vem da Lua (o que, por sinal, por ela estar mais baixa no horizonte, já deve ser menos que o normal, independentemente do eclipse).

A fase parcial, em que a Lua começa a adentrar a umbra da Terra (região em que a luz direta do Sol é de fato inteiramente bloqueada), começa às 6h44. Em São Paulo, a Lua já está abaixo do horizonte oeste nesse momento. Mas, por exemplo, em Rio Branco, no Acre, a Lua só vai se pôr às 7h41 de Brasília (lá, 5h41, já que são dois fusos horários de diferença), de forma que será possível ver, no momento do poente, nosso satélite encoberto em 76% pela sombra terrestre. (Essas diferenças todas de observação de um lugar para outro são em razão do fato de a Terra ser redonda, algo que em outros tempos eu nem escreveria aqui.)

A fase total, contudo, só vem às 8h11, quando até mesmo em Rio Branco a Lua já se foi e o Sol já nasceu do outro lado. Perderemos a “Lua de tijolo” (que fica nessa cor porque toda a luz direta do Sol está bloqueada, mas ela ainda recebe raios luminosos solares que são filtrados pela borda da atmosfera terrestre e saem do outro lado, com forte tendência para o vermelho — mesmo processo que torna o poente solar avermelhado aqui na Terra).

Moral da história: a não ser que você esteja nas regiões mais a oeste do país, nada para ver. Se você estiver a oeste, verá a Lua ser gradualmente dentada por uma sombra até descer no horizonte. É o que tem pra hoje. Ou melhor, para amanhã.

Siga o Mensageiro Sideral no FacebookTwitterInstagram e YouTube



Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original



Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »