Delação de empresário sobre relator da PEC dos Precatórios está parada no STF há cinco anos – 30/11/2021 – Painel

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS


A delação premiada de um empresário paraibano que cita propina paga ao deputado Hugo Motta (Republicanos-PB), relator da PEC dos Precatórios, está parada aguardando homologação há cinco anos no Supremo Tribunal Federal.

O caso foi encaminhado pela Procuradoria-Geral da República no segundo semestre de 2016, ficou um período no gabinete de Dias Toffoli e está há pouco mais de três anos parado no gabinete da ministra Cármen Lúcia.

A defesa do empresário cobra desde então a PGR sobre uma solução para o acordo uma vez que ele tem sido alvo de investigações com base em fatos já esclarecidos na delação.

“Nós nos disponibilizamos por todos os meios, foi muito desgastante, vem sendo desgastante, quando a gente vê a inércia do Judiciário, a gente se sente impotente”, diz Ana Luiza Medeiros Machado, advogada do delator.


LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS

Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »