Cristiano Ronaldo vive seu maior jejum de gols desde 2018 – 11/02/2022 – O Mundo É uma Bola

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS


Cristiano Ronaldo, um dos maiores artilheiros deste século no futebol, encara sua mais prolongada seca de gols desde a metade de 2018.

Com mais de 800 tentos na carreira, o português não sabe o que é balançar as redes há cinco partidas, considerando o tempo regulamentar. Para ele, uma a máquina goleadora, isso é uma eternidade.

O cinco vezes eleito melhor futebolista do mundo (2008, 2013, 2014, 2016 e 2017) não marcou ainda neste ano.

Sua última comemoração de gol aconteceu no dia 30 de dezembro, no triunfo por 3 a 1 do Manchester United sobre o Burnley no Old Trafford.

Em 2018, com início em junho e sequência em agosto e setembro –houve férias em julho–, o CR7 também ficou cinco partidas consecutivas em jejum de gols.

Desses cinco jogos, três foram no Campeonato Italiano, pelo clube para o qual acabara de se transferir, e os outros, quase dois meses antes desses, pela seleção portuguesa na Copa do Mundo da Rússia.

Antes de não conseguir fazer gol nessas partidas, Cristiano Ronaldo marcou na vitória por 1 a 0 de Portugal sobre o Marrocos, no Mundial, no dia 20 de junho. E encerrou a seca com um par de tentos no 2 a 1 da Juventus contra o Sassuolo, no dia 16 de setembro.

A atual fase do atacante de 37 anos é tão ruim que ele, em situação difícil de acreditar, ficou na reserva, por opção técnica, em uma partida válida por competição.

Aconteceu na terça (8), quando o Manchester United visitou o Burnley e ficou no 1 a 1 no Campeonato Inglês. Cristiano Ronaldo esquentou o banco até os 23 minutos do segundo tempo, quando substituiu o uruguaio Cavani.

No jogo anterior, pela Copa da Inglaterra, o craque desperdiçou um pênalti no primeiro tempo, e os Diabos Vermelhos empataram por 1 a 1 com o Middlesbrough, sétimo colocado na segunda divisão.

A decisão foi para a disputa de pênaltis e Cristiano Ronaldo até converteu a sua cobrança, mas sua equipe acabou eliminada ao perder por 8 a 7, para tristeza da torcida no Old Trafford.

Em 2022, o Manchester United esteve em campo em sete ocasiões, e o portugués não foi relacionado para duas partidas, nos dias 10 e 15 de janeiro, devido a dores no quadril.

A relação dele com o treinador alemão Ralf Rangnick, que ocupa o cargo interinamente desde a demissão de Ole Solskjaer no fim de novembro, tem dado sinais de conturbação.

Fominha por natureza, Cristiano Ronaldo mostrou-se extremamente insatisfeito ao ser substituído na metade do segundo tempo diante do Brentford, no dia 19 do mês passado.

Inconformado, questionou Rangnick, ao se sentar a uns dois metros dele: “Por que eu?”. Ficou sem resposta imediata, porém depois o alemão declarou ter explicado a ele os motivos.

O técnico manteve a titularidade do astro nos dois jogos seguintes, porém, sem o retorno esperado, relegou-o à reserva no mais recente.

Mesmo em baixa, é esperado que Cristiano Ronaldo comece jogando neste sábado (12) no Old Trafford, contra o Southampton, quando terá a oportunidade de fazer as pazes com as redes, com o técnico e com os torcedores.


LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS

Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »