Corintianos são agredidos por PMs antes de partida no estádio de Itaquera – 11/02/2022 – Cotidiano

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS


Torcedores do Corinthians foram agredidos por policiais militares, pouco antes da partida da equipe contra o Mirassol, pelo Campeonato Paulista, na noite de quinta-feira (10), no aceso à Neo Química Arena, na zona leste da capital paulista. A violência foi registrada em vídeo por testemunhas.

A Polícia Militar afirmou que, assim que teve acesso às imagens, instaurou um Inquérito Policial Militar. “Um dos agentes que aparecem nos vídeos já foi identificado e afastado das atividades operacionais”, acrescentou a corporação, em nota encaminhada no fim da tarde desta sexta-feira (11).

A Ouvidoria da Polícia do Estado de São Paulo afirmou, também por meio de nota, ter solicitado o imediato afastamento dos policiais envolvidos à Corregedoria da PM. Nenhuma eventual medida tomada contra os policiais foi informada pela corporação, até o momento.

Dois rapazes e a namorada de um deles relataram à TV Globo que o ingresso de um deles teria quebrado, fazendo com que o trio fosse atrás de funcionários do estádio.

Os atendentes, segundo os rapazes e a moça, orientaram para que explicassem a situação à Polícia Militar, que acompanhava o acesso de torcedores ao estádio.

As vítimas agredidas estavam com o comprovante de pagamento do ingresso que, segundo eles, quebrou após ser supostamente manuseado por um policial militar.

Quando foram explicar o caso aos PMs, um dos rapazes afirma que foi destratado. A partir deste momento, o amigo dele, que já havia passado pela catraca, começou a registrar a abordagem com o celular.

As imagens mostram um policial retirando o boné do rapaz. Quando outro PM percebe que estão sendo filmados, parte para cima do outro torcedor. As agressões começaram neste momento.

A violência foi registrada por outras testemunhas. De acordo com um vídeo de celular, compartilhado em redes sociais, um dos torcedores chega a desmaiar, após a abordagem policial, feita com truculência.

O ouvidor da polícia, Elizeu Soares Lopes, afirmou por meio de sua assessoria de imprensa que, além do afastamento imediato dos policiais, também solicitou a instauração de um inquérito policial para investigar o caso.

Como medida para inibir eventuais abusos policiais, a PM passou a usar câmeras “grava tudo” acopladas aos uniformes de agentes em São Paulo.

Nas 18 unidades que usam os equipamentos, foi registrada a queda de até 85% na letalidade policial, nos últimos sete meses do ano passado.

O Corinthians afirmou em nota, publicada na tarde desta sexta-feira (11), manter contato com as autoridades para compreensão dos fatos, além de não apoiar “nenhum tipo de violência.”

O clube acrescentou procurar os três torcedores, para ouvir deles o que aconteceu e, após isso, evitar eventuais situações parecidas.

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS

Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »