Conheça os diferentes jeitos de aprender e memorizar a matéria – Notícias



Aprendizado e memória caminham juntos. O R7 ouviu especialistas para identificar as diferentes maneiras que cada uma tem de aprender e guardar o conteúdo estudado. Veja as dicas e saiba como estudar. 


Cleonice Martini, coordenadora pedagógica do ensino médio no Colégio Mary Ward, explica que “a aprendizagem e a memória são processos intimamente relacionados: a aprendizagem é a aquisição de conhecimentos e a memória é o processo pelo qual esses conhecimentos são codificados, armazenados, é a retenção do aprendizado.”



A coordenadora destaca que existem vários tipos de memória como a sensorial, de trabalho, a de curto e a de longo prazo:


Sensorial:  registra imagens, sons e outras experiências sensoriais recentes;


Trabalho: capacidade do cérebro de manter uma quantidade limitada de informações disponíveis por tempo suficiente para usá-las; (alguns especialistas a chamam de memória de curto prazo);


Curto Prazo: guarda informações por minutos, segundos ou até horas. São informações necessárias àquele momento;


Longo Prazo: é considerada uma biblioteca, onde as informações são classificadas, catalogadas e arquivadas;


A professora, Thereza Camporesi, Coordenadora Pedagógica do Ensino Médio no Colégio Mary Ward, observa que “na verdade, as técnicas de memorização funcionam quando o(a) estudante se apropria dos conteúdos e usa recursos para não esquecê-los na hora de uma avaliação, por exemplo.”



Assim como a memória, o processo de aprendizagem varia de pessoa para pessoa. Thereza reforça que “cada indivíduo tem um jeito próprio de aprender e o autoconhecimento faz toda a diferença na hora de perceber quais são as técnicas de estudo que mais combinam com o seu perfil.” Para ela, a aprendizagem pode ser dividida da seguinte maneira:


Espacial: os estímulos visuais são essenciais para a absorção dos conteúdos;


Físico-Cinestésica: aprendizagem ligada diretamente à atividade corporal do estudante, o aprendizado acontece com a prática;


Interpessoal: a inteligência interpessoal tem a ver com a interação com outras pessoas, a habilidade de lidar com elas, entendendo suas intenções e aspirações. Grupos de estudo facilitam a aprendizagem;


Intrapessoal: estudantes que se saem melhor em atividades individuais;


Linguística: proporciona uma maior inclinação para se expressar tanto na língua escrita quanto na oral;


Lógico-Matemática: estudantes que apresentam esse tipo de aprendizagem demonstram grande facilidade para lidar com os números e pela presença do raciocínio lógico;


Musical: típica dos músicos e poetas, é a aptidão para produzir, apreciar e absorver melodias e ritmos. Estudantes com essa habilidade têm uma audição apurada para compreender textos, principalmente na forma verbalizada.


Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »
%d blogueiros gostam disto: