Conheça 5 lugares imperdíveis para se visitar na Romênia


A Romênia é um país no Leste Europeu e membro da União Europeia. Pouco conhecido pelos brasileiros, mas repleto de belezas naturais e culturais. No imaginário popular é o país do Drácula e dos contos de horror da Transilvânia. Com certeza um destino único para aproveitar as férias.

Descubra 5 lugares para se visitar na Romênia.
Descubra 5 lugares para se visitar na Romênia. | Foto: Unsplash.

Este país europeu possui uma história bastante peculiar, sendo o encontro da cultura latina, deixada pelos colonos romanos, e da cultura eslava. Dessa forma, a Romênia é fruto de uma mistura de culturas. Então, conheça 5 lugares que merecem ser visitados no país

Principais características da Romênia

  • Capital: Bucareste
  • Moeda: Leu Romeno
  • Idioma: Romeno
  • Principais cidades: Cluj-Napoca, Timișoara, Constanța e Iași
  • Clima: Temperado continental
  • Necessidade de vistos para brasileiros em turismo: Não há necessidade para estadias de até 90 dias

5 lugares para conhecer na Romênia

1. Bucareste

Bucareste é a maior cidade e capital do país.
Bucareste é a maior cidade e capital da Romênia. | Foto: Unsplash.

O primeiro lugar da nossa lista é justamente a capital e a maior cidade do país. Ela é a porta de entrada para a maioria dos turistas internacionais. A cidade é repleta de prédios históricos e possui uma arquitetura única, pela qual em outros tempos ganhou o apelido de “Pequena Paris”.

Entre os principais pontos turísticos de Bucareste podemos citar a Cidade Velha, que possui inúmeros prédios remanescentes dos séculos XV e XVI. Também vale uma visita ao Palácio do Parlamento, edifício construído durante a ditadura de Ceauşescu (1974 – 1989) e inspirado no estilo Neoclássico.

Vista dos Jardins de Cişmigiu, em Bucareste, Romênia. | Foto: Unsplash.
Vista dos Jardins de Cişmigiu, em Bucareste. | Foto: Unsplash.

Para aqueles que desejam ver um pouco mais de arquitetura histórica, cabe conhecer a Igreja Stavropoleos. O prédio foi construído em 1724 pelo monge ortodoxo grego Ioanikie Stratonikeas. Por fim, um passeio pelo Museu Nacional de Arte da Romênia é uma ótima forma de conhecer mais sobre o país. Este museu guarda a maior coleção de arte romena do mundo.

2. Castelo de Peleș

Vista dos Jardins de Cişmigiu, em Bucareste.
Vista dos Jardins de Cişmigiu, em Bucareste. | Foto: Unsplash.

O Castelo de Peleș foi construído em meio a cadeia de montanhas dos Cárpatos, perto da cidade de Sinaia. A obra para a construção do palácio foi iniciada em 1873, pelo príncipe Carlos I da Romênia, mas só foi totalmente completada em 1914.

O castelo tem forte inspiração no estilo da neo renascença e está localizado a cerca de 130km da capital Bucareste. Por conta de seu luxo exterior e interior, este é considerado um dos castelos mais lindos do mundo. Portanto, vale super uma visitinha!

3. Eforie

Eforie é o destino das férias de verão na Romênia.
Eforie é o destino das férias de verão dos romenos. | Foto: Unsplash.

Eforie é um famoso destino de férias dos cidadãos romenos. Conhecida na Europa desde o século XIX, a cidade balneário fica localizada na costa do Mar Negro. Para os que vêm da capital Bucareste, o destino fica localizado 224 km a leste.

A cidade surgiu com o nome de Eforie Sud quando foi fundada em 1899 pelo aristocrata Ion Movilă. Este homem fundou na região o Spa Movilă, que tornaria a cidade um destino bastante desejado no resto da Europa por conta dos banhos medicinais.

forie pode ser um ótimo destino para aproveitar o verão europeu.
forie pode ser um ótimo destino para aproveitar o verão europeu. | Foto: Unsplash.

Ao longo dos anos, o spa mudou de nome várias vezes devido às questões políticas e sociais. No entanto, continua oferecendo seus banhos terapêuticos aos turistas. Contudo, você pode ir a Eforie simplesmente pela praia. Apenas lembre de marcar a viagem durante o verão europeu.

4. Delta do Danúbio

O Delta do Danúbio, na Romênia, é o mais preservado da Europa.
O Delta do Danúbio é o mais preservado da Europa. | Foto: Unsplash.

O Delta do Danúbio é o segundo maior delta em toda a Europa e o mais bem preservado do continente. A maior parte da extensão territorial do encontro entre o rio e o Mar Negro está em território romeno, com uma pequena fatia pertencente a Ucrânia.

Em 1991, a parte romena do Delta do Danúbio entrou para a lista de Patrimônios Mundiais da UNESCO. A região é de uma beleza natural excepcional que devido a escassa população se manteve preservada. A fauna é composta em grande parte por aves.

5. Sighișoara

Sighișoara é a cidade onde nasceu o Drácula.
Sighișoara é a cidade onde nasceu o Drácula. | Foto: Unsplash,

Mais um patrimônio mundial da UNESCO na lista! Sighișoara é um dos destinos populares entre os turistas internacionais por estar localizada na região histórica da Transilvânia. Dessa forma, costuma ser uma parada importante antes de desbravar os vilarejos mais remotos.

Sua fama internacional se dá porque foi em Sighișoara que nasceu Vlad Tepes, filho de Vlad Dracul. Esses dois personagens históricos, em especial Vlad Tepes, foram eternizados em mitos e contos folclóricos. Ainda hoje é possível visitar a casa amarela onde o Drácula nasceu.

A cidade na Romênia preservou muito de sua arquitetura histórica.
A cidade preservou muito de sua arquitetura histórica. | Foto: Unsplash.

Além da atração mais sinistra, por assim dizer, Sighișoara possui outros encantos. A cidade manteve preservados os prédios e vilas que compunham a cidadela medieval que a originou. Os principais pontos turísticos são a Torre do Relógio, o Cemitério Alemão e a Igreja Luterana de Sighișoara.

________________________________________________________

Por Jefferson Ricardo – Fala! UFPE



Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original



Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »