Como os antibióticos podem causar novas pandemias?

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS


Um relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) apontou que uma parcela cada vez maior da população mundial está exposta a água contaminada por antibióticos. De acordo com o documento, o descarte incorreto desses medicamentos pode provocar novas pandemias e matar 10 milhões de pessoas por ano até 2050.

Segundo o relatório, quanto mais os microrganismos são expostos aos compostos presentes nos antibióticos, maior fica sua capacidade de adaptação e sua resistência a eles. Isso pode levar ao desenvolvimento de superbactérias, que, atualmente, causam pelo menos um milhão de mortes por ano.

publicidade

Possíveis riscos para o futuro

shutterstock 1495084595 Vision Art NEWS
Exposição das bactérias aos antibióticos podem fazer com que os microrganismos se tornem cada vez mais resistentes aos medicamentos. Créditos: Shutterstock

Segundo a ONU, existem vários fatores que podem aumentar a resistência de microrganismos presentes no solo e na água aos antibióticos. Entre eles, estão resíduos de centros de saúde e saneamento precário em países de baixa e média renda, como é o caso do Brasil.

Também preocupam os efluentes de fabricação de medicamentos, a liberação da produção de proteína animal e o uso de antimicrobianos e esterco na produção agrícola. Esses antibióticos também são lançados no meio ambiente por meio do lixo hospitalar e residencial, o que afeta o meio ambiente e vários ecossistemas.

Leia mais:

Solução não é fácil

Diferente dos agrotóxicos, os medicamentos não passam por avaliações de impacto ambiental. A principal função dos antibióticos é especificamente matar microrganismos, por isso, seu impacto ao cair no leito de um rio, por exemplo, pode ser enorme.

Além disso, bactérias de locais diferentes trocam características entre si e evoluem a partir disso. Essa troca e a exposição a antibióticos pode tornar a resistência a essas substâncias uma característica cada vez mais comum nesses microrganismos.

Em entrevista à CNN Brasil, o pesquisador da Escola Nacional de Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) declarou que essa é uma questão de saúde pública importante e precisa ser analisada minuciosamente. Do contrário, poderemos ter surtos de doenças bacterianas sem medicamentos adequados para tratá-los. 

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS

Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »