Chanel, a minicabra influencer que faz sucesso nas redes sociais

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS


30Com o crescimento das redes sociais, diversas pessoas deixaram o anonimato e se tornaram famosas. São dezenas de personagens, cantores, comediantes, atores, escritores e até empreendedores que, sem a internet, talvez não teriam alcançado tamanho sucesso.

Além das pessoas, os animais de estimação também estão presentes nas redes sociais. São vários perfis criados por seus tutores, como é o caso da minicabra influencer, a Chanel Guimarães. 

Moradora de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, com os empresários Aline dos Santos, 39 anos, e Solon Martins, 47 anos, e as duas filhas do casal. Sucesso nas redes sociais, Chanel acumula 19,9 mil seguidores, com direito até a conteúdo publicitário e participação em eventos, como uma verdadeira influencer.

Com um um ano e cinco meses, Chanel Guimarães agora tem nome e sobrenome, e recentemente foi registrada no Cartório do 4° Ofício de Notas, Títulos e Documentos e Pessoas Jurídicas de Campo Grande. A minicabra foi o primeiro pet exótico a receber uma IdentiPet, documento que oficializa a tutela de um animal de estimação.

O Registro Pet foi lançado no Brasil em agosto de 2017 e tem como objetivo reunir o maior número de informações possíveis do animal, tais como o porte, raça, cor e a idade, além de uma foto oficial. Com posse desse documento, a identificação em caso de fuga ou roubo é facilitada. Outro ponto importante é a descrição do tutor do pet, agilizando disputas em casos de guarda.

Em entrevista ao portal G1 do Mato Grosso do Sul, Aline disse que recebeu a cabra de presente do marido para comemorar mais um ano de vida. Desde criança, a mulher sempre gostou de animais de fazenda e, ao receber Chanel de presente, uma parte desse sonho foi realizada. “Antes dela chegar em casa, já tinha nome e aí a gente achou legal fazer agora o primeiro registro de pet exótico de MS e acrescentar o nosso sobrenome”, explica. 

A ideia de criar um perfil no Instagram ocorreu devido ao sucesso que Chanel fazia com as pessoas. Antes da pandemia, Aline possuía uma loja física de roupas e levava a minicabra para o dia a dia de trabalho, e muitos perguntavam como fazia para adotar uma cabra como Chanel. “Começaram a me procurar para saber como é que comprava, onde achava, e eu falei ‘vou fazer um Insta porque vai ser legal, a gente vai contar o dia a dia dela, postar as fotos dela lá’”, relembra.

Tudo do cotidiano da minicabra pigmeu africana é relatado no perfil do Instagram, que ganhou o nome de @chanelminicabra. “Ela já está fazendo publi post, as pessoas procuram e pagam para ela estar nos lugares, como uma influencer mesmo”, relatou Aline.

Mas os trabalhos para manter a saúde de Chanel em ordem são vários. De idas ao veterinário a cada três meses até a alimentação regrada, os tutores não medem esforços para cuidar da minicabra. “Ela faz exames a cada seis meses, toma vacinas e vai ao veterinário uma vez a cada três meses”, explica a empresária.

Chanel Guimarães se alimenta de frutas, vegetais, legumes, feno, alfafa e ração peletizada. A primeira foto foi publicada em outubro de 2020 e rapidamente se tornou viral. Hoje a conta da minicabra no Instagram tem mais de 140 fotos e vídeos postados, e quase 20 mil seguidores que a acompanham diariamente. 

Com a fama adquirida, Chanel Guimarães se tornou chamativa e passou até mesmo a fazer publicidade para empresas e lugares. A minicabra vai à praia, visita os pontos turísticos das cidades e também se fantasia conforme o evento ou a época festiva do ano.

O sucesso de Chanel Guimarães atraiu diversos comentários, que vão desde citações positivas a até as negativas com críticas pelo fato de uma cabra não ser, tradicionalmente, um animal de estimação e de convívio doméstico.

Certa vez, um seguidor comentou que a minicabra serviria como um belo prato de Natal. Aline conta que já bloqueou diversos perfis que fazem esses comentários que nada acrescentam. O que importa realmente são os momentos de amor e carinho que Chanel Guimarães proporciona diariamente para todos eles.

Além dos tutores, Chanel convive com as duas filhas do casal, de 10 e 17 anos. Contudo, ela está longe de ser o único animal de estimação da casa. Na residência há mais quatro passarinhos, dois cachorros e o mais novo membro da família, o minicavalo chamado Asterix.

Até antes da chegada do minicavalo, Chanel Guimarães dormia no mesmo quarto do casal, depois que trouxeram Asterix, a cabrinha passou a ter a sua própria casinha do lado de fora da casa, dividindo o espaço com o minicavalo. Os dois são amigos e estão sempre juntos.

Embora Aline pondere que Chanel é territorialista, ela recebeu bem o ‘irmão’. “Ela dormia comigo na cama, depois que chegou o nosso minicavalo, ela não aceita mais dormir dentro de casa, porque ela se apaixonou por ele e os dois são melhores amigos. Agora eles dormem juntos. Ela tem uma casinha, porque cabra gosta de dormir no alto. Ela dorme na casinha dela e ele dorme na parte debaixo”, relata a empresária.



Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS

Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »