Caso Alec Baldwin: Pai de Halyna diz que tragédia destruiu ‘família perfeita’ – 31/10/2021 – Celebridades


São Paulo

O pai da diretora de fotografia Halyna Hutchins, 42, que morreu no set de filmagens do filme “Rust”, no dia 21 de outubro, em Santa Fé, nos Estados, disse ao The Sun, neste domingo (31), que a tragédia destruiu “família perfeita”.

O ex-capitão do submarino nuclear Anatoly Androsovych, 66, lembrou o dia que levou a filha ao altar para se casar Mathew Hutchins, há 16 anos. “Foi um dia muito feliz”, falou chorando.

Androsovych disse que a sua família se tornou tão próxima de Mathew e foi maravilhoso ver o casal feliz, mas agora tudo se foi. “Nossas vidas estão vazias e arruinadas pela tristeza. É terrível porque tínhamos muito orgulho deles e adorávamos ver como estavam felizes.”

​Androsovych obteve permissão especial para voar da Ucrânia para os Estados Unidos para o funeral da filha depois que seu passaporte expirou.

Ele já havia contado como o filho de Halyna, Andros, 9, não conseguiu falar por dois dias após ser informado da morte de sua mãe.

As investigações estão se concentrando no papel desempenhado pela armeiro novata Hannah Gutierrez-Reed, 24, que teme ter confundido armas para as cenas.

ENTENDA O CASO

Um tiro disparado no set de filmagens do filme “Rust”, estrelado por Alec Baldwin, deixou a diretora de fotografia Halyna Hutchins, 42, morta e o diretor Joel Souza, 48, ferido, no Bonanza Creek Ranch, em Santa Fé, Novo México, nos Estados Unidos, no dia 21 de outubro.

O próprio ator disparou a arma cenográfica, que deveria estar com festim, não com munição de verdade. “Estamos tentando determinar agora como e que tipo de projétil foi usado na arma de fogo”, disse Juan Rios, porta-voz do Gabinete do Xerife do Condado de Santa Fé.

Baldwin foi interrogado e estava chorando, segundo o Santa Fe New Mexican, mas ninguém foi preso pelo acidente. Segundo apuração, a arma foi entregue ao ator pelo diretor assistente Dave Halls, que não sabia que ela tinha munição de verdade e confirmou isso no set gritando “arma fria”.

Mas, segundo o sindicato de Hollywood, a arma continha munição real. “Uma munição verdadeira foi acidentalmente disparada no set pelo ator principal, atingindo a diretora de fotografia Halyna Hutchins, integrante da Local 600, e o diretor Joel Souza”, disse uma filial local do sindicato IATSE (Aliança Internacional de Funcionários de Palco Teatral, na sigla em inglês).

Horas antes do disparo, um grupo de operadores de câmeras deixou o set deRust” em uma praia próxima à cidade de Santa Fé em protesto às condições de trabalho. Baixo orçamento, longas viagens e jornadas de trabalho foram algumas das reclamações, segundo o jornal Los Angeles Times.

Em suas redes sociais, Alec Baldwin falou sobre o choque e tristeza causados pelo acidente, e disse estar em contato com a família da colega. “Eu estou cooperando com a investigação policial para descobrir como essa tragédia aconteceu”, escreveu.



Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original



Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »