‘Bombardeio de amor’: Gestos românticos podem esconder um narcisista – 18/01/2022 – Viva Bem

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS



The New York Times

Imagine que você vá a um restaurante certa noite e depois do jantar decida pedir duas fatias de cheesecake como sobremesa, em vez de uma. Muita gente diria que isso talvez faça mal à saúde –e demonstra algum descontrole– mas também que qualquer pessoa merece um mimo de vez em quando.

Mas se você continuar a pedir sobremesas duplas a cada noite por meses, sua saúde pode sofrer. Essa é uma das analogias que Chitra Raghavan, professora de psicologia no John Jay College of Criminal Justice, emprega para explicar de que maneira comportamentos românticos podem se transformar em uma prática manipulativa de namoro conhecida como “love bombing” —”bombardeio de amor”, em português: cumular um novo parceiro amoroso de gestos românticos e forçar contatos constantes, a fim de ganhar vantagem no relacionamento.

“Um parceiro, tipicamente mas não exclusivamente um homem, cumula a outra pessoa de atenção, afeto, elogios, lisonjas, e essencialmente cria um contexto em que essa pessoa sente ter encontrado sua alma gêmea, e sem grande esforço”, disse Raghavan em uma entrevista por telefone. “A realidade é que a pessoa que recorre ao ‘love bombing’ está criando ou manipulando o ambiente a fim de fazer parecer que é o par perfeito”.

Você conhece alguma história parecida? Abaixo, alguns sinais e padrões de comportamento aos quais prestar atenção a fim de evitar o “love bombing” –e conselhos sobre o que fazer se você acha que isso está acontecendo com você.

ATENÇÃO EXCESSIVA E LISONJAS

Uma das coisas complicadas em um namoro, disse Raghavan, é que tudo que acontece em relacionamentos saudáveis também pode acontecer em relacionamentos insalubres. E demonstrar atenção excessiva pode ser um exemplo.

“Se alguém presta atenção a você e em geral demonstra estar presente durante o primeiro encontro, isso é uma forma de sinalizar interesse, disse Raghavan, que também se especializa em violência doméstica e tráfico sexual. “Mas também existem pessoas que demonstram interesse por você de uma maneira que pode causar esgotamento.”

Ela acrescentou que pode ser difícil reconhecer um descompasso entre familiaridade (lembre-se, você acaba de conhecer essa pessoa) e afeto, em um dado momento, especialmente quando a pessoa diz palavras que o interlocutor sempre quis ouvir –”você é minha alma gêmea”, “jamais me senti tão próximo a alguém”, ou “você tem tudo que sempre desejei”.

“É um comportamento muito exagerado, histriônico, mas também pode ser visto como profundamente sedutor e romântico, a depender do que acontece ao longo da história e do que acontece depois”, disse Raghavan.

ISOLAMENTO DOS AMIGOS E FAMÍLIA

Pode parecer doce que seu novo(a) parceiro(a) queira passar o máximo possível de tempo com você. Mas isso na verdade deveria ser visto como um sinal de alerta. A pessoa pode ser narcisista e seu objetivo pode ser o de isolar o parceiro das demais conexões em sua vida, como forma de exercer controle.

Amy Brunell, professora de psicologia na Universidade Estadual do Ohio cujas pesquisas se concentram no narcisismo em relacionamentos sociais e românticos, disse que embora não existam muitas pesquisas sobre a relação entre narcisismo e abusos contra parceiros íntimos, há uma correlação.

Controlar a vida social do outro desde o início do relacionamento pode fazer com que o parceiro fique sem ter para onde ir quando um relacionamento se deteriora.

“Isso planta as sementes da violência entre parceiros íntimos, porque tipicamente chegará o momento em que uma pessoa não suportará mais e desejará partir, e isso será extremamente difícil”, disse Brunell em uma entrevista por telefone.

PRESENTES EXAGERADOS

Raghavan disse que cobrir novos parceiros de presentes é uma maneira comum de os adeptos do “love bombing” exercerem influência e, mesmo que eles não tenham dinheiro, podem agir como se o tivessem.

“Isso é parte da ideia de excesso e de impressionar uma pessoa a ponto de dominá-la”, ela disse, acrescentando que “a atenção constante, as lisonjas, a sedução e os presentes” dificultam para a pessoa que recebe essa atenção perceber que está sendo dominada. E uma pessoa dominada não vê o perigo”.

Os narcisistas tendem a ser materialistas, disse Brunell, e por isso dar presentes pode ser uma forma de elevar seu valor próprio e autoestima.

“Isso me lembra um pouco das ações de Christian Grey naquela série, seu hábito crônico de dar presentes caros”, ela disse, em referência a um dos protagonistas de “Cinquenta Tons de Cinza”. Porque personagens como esse são abundantes na mídia romântica, ela acrescentou, seu comportamento “se torna o equivalente de nossa ideia de romantismo”.

Paul Eastwick, professor de psicologia na Universidade da Califórnia em Davis cujas pesquisas examinam de que maneira pessoas iniciam e se envolvem em relacionamentos românticos, aponta que nem todos os gestos românticos são sinais de alerta.

“Em termos gerais, a maneira pela qual damos afeto a alguém, a maneira pela qual demonstramos gostar de alguém, a maneira pela qual tentamos apoiar aqueles de quem gostamos, todas essas coisas tendem a indicar resultados robustamente positivos”, disse Eastwick em uma entrevista por telefone. O “love bombing”, ele disse, provavelmente representa “um pequeno subconjunto”.

DEPOIS DO ‘LOVE BOMBING’

Em relacionamentos românticos adultos saudáveis, apoio, desejo e afeto tendem a ser recíprocos, disse Eastwick. Mas em casos de “love bombing”, a atenção flui em uma só direção. Uma pessoa tenta se transformar no mundo inteiro para a outra pessoa.

Raghavan diz que as pessoas que sofreram “love bombing” muitas vezes sentem ter perdido seu senso de identidade, e que reconstruí-lo pode demorar muito tempo.

“Você perde o senso de quem realmente é, porque as coisas pequenas estão sendo administradas para você, e podem incluir de como você se veste a como você se comporta”, disse Raghavan. “Mas essa interferência pode incluir também o tipo de brincadeiras que você está autorizada a fazer em público, ou o tipo de mulher que ele deseja que você seja”.

Os especialistas dizem que as vítimas do “love bombing” precisam se tratar com paciência e se perdoar, e que terapia pode ser benéfico. Elas devem tentar se reconectar com atividades e pessoas que importavam para elas no passado, antes da entrada do responsável pelo “love bombing” em suas vidas, aconselham os experts.

“É preciso que isso aconteça, a aceitação de eventos trágicos e a adoção de uma atitude positiva com relação ao futuro”, disse Raghavan.

Traduzido originalmente do inglês por Paulo Migliacci



Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS

Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEPTAR
Aviso de cookies
Translate »