Bolo de milho com pipoca para mais um arraial em casa – 11/06/2021 – Terra Vegana


Junho é um mês excelente para celebrarmos as possibilidades que a culinária vegetal nos oferece: curau, paçoca, canjica (ou munguzá), milho verde cozido, amendoim torrado, pipoca, pamonha. Todas essas comidas típicas estão aí para provar que a comida vegana é cheia de graça.

Quando o assunto é bolo, entretanto, as dúvidas logo surgem: mas bolo sem ovos? Vai crescer? Vai ficar fofinho? Sim, sim e sim!

Nos bolos tradicionais, o ovo desempenha as funções de agregar gordura e umidade à massa, de unir os ingredientes e, secundariamente, dá uma forcinha para o bolo crescer. Quando tiramos o ovo da receita, precisamos substituir cada uma dessas funções. Fazendo isso, o bolo será um sucesso!

Na receita desta semana, o óleo de coco cumpre a função da gordura. Já a água —sim, água!— acrescenta umidade à massa, assim como o milho verde cozido. Quando triturado, este alimento, que é o rei do bolo e da cobertura, ajuda também a dar a liga entre cada ingrediente com sua “cola” de amido.

E para o bolo crescer sem ovos, como é que faz? Fermento químico, tal como no bolo tradicional, mas além dele, uma mistura de bicarbonato de sódio com vinagre de maçã (ou outro líquido ácido como o suco de limão).

Assim como o fermento químico, a reação dessa mistura libera gás carbônico, cujas bolhas fazem a massa crescer, deixando-a mais leve. Já tentei usar apenas o fermento químico; já tentei usar apenas a mistura do bicarbonato com o vinagre: resulta melhor quando combinamos ambos.

Antes da receita, um alerta: o milho é um dos alimentos mais geneticamente modificados que existe. Se puder, escolha o milho verde orgânico, assim como o milho para a pipoca e o fermento químico orgânicos (o amido de milho do fermento não orgânico, acrescentado à fórmula para proteger da umidade, é transgênico).

Agora sim, vamos à receita!

BOLO DE MILHO

Ingredientes para o bolo

3 xícaras de milho verde cozido (pode ser congelado ou enlatado)

2 ⅓ xícaras de farinha de milho (fubá)

2 xícaras de coco ralado

1 xícara de açúcar demerara (ou o açúcar de sua preferência)

1 xícara de óleo de coco

1 ⅓ xícaras de água

1 colher de sopa de fermento

1 colher de chá de bicarbonato de sódio

½ colher de sopa de vinagre de maçã

Ingredientes para a pipoca

2 xícaras de pipoca já estourada

½ xícara de açúcar demerara

Pitada de sal

Ingredientes para a calda de caramelo

½ xícara de leite de coco

¼ xícara de açúcar demerara

Preparo

  1. Unte uma forma com óleo de coco e farinha de milho e pré-aqueça o forno a 180 ºC.
  2. Acrescente no liquidificador a água, o óleo, o açúcar e o milho e bata por dois minutos.
  3. Desligue, acrescente a farinha de milho e bata por mais um minuto. Acrescente o fermento, o bicarbonato e o vinagre e bata por poucos segundos, apenas para misturar.
  4. Asse por 40 a 50 minutos, até o bolo ficar douradinho em cima.
  5. Enquanto o bolo assa, estoure a pipoca. Para caramelizar, basta derreter o açúcar em fogo baixo, até formar uma calda. Envolva a pipoca na calda de açúcar com a ajuda de duas colheres, tempere com um pouco de sal e reserve para a finalização.
  6. Espere o bolo esfriar para desenformar.
  7. Prepare a calda de caramelo, levando o açúcar e o leite de coco ao fogo baixo. Mexa constantemente até o açúcar derreter e cozinhe por dois minutos.
  8. Cubra o bolo com a calda e distribua a pipoca caramelizada por cima.

Dicas

  1. O bolo pode ser congelado (sem a pipoca). A dica é cortar em fatias, para descongelar apenas a quantidade que será consumida no dia.
  2. Para a pipoca ficar crocante e não murchar com o calor do caramelo, a dica é acrescentá-lo aos poucos, e envolver rapidamente as pipocas com a ajuda de duas colheres.
  3. A cobertura de pipoca fica maravilhosa nas primeiras 24 horas, mas perde a “crocância” no dia seguinte. Por isso, ao guardar o bolo, retire a cobertura —e aproveite para comer a pipoca fresquinha!


LINK PRESENTE: Gostou desta coluna? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original



Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »