Banco Central: repescagem vale para nascidos de 1968 a 1983 – 19/03/2022 – Mercado

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS


O Banco Central libera, neste sábado (19), a repescagem dos valores a receber para cidadãos nascidos entre 1968 e 1983 que não fizeram a transferência do dinheiro nesta semana. Os retardatários têm entre 4h e 23h59 deste sábado para solicitar o que ficou esquecido em bancos e instituições financeiras.

O pedido de pagamento é feito no site do SVR (Sistema Valores a Receber). É preciso entrar com a conta gov.br nível prata ou ouro para saber quanto vai receber e pedir a transferência. O dinheiro pode ser enviado por meio de Pix e cai na conta do beneficiário em até 12 dias úteis.

CONFIRA COMO SABER O VALOR E FAZER O RESGATE

Passo 1 – Acesse o site valoresareceber.bcb.gov.br

  • O acesso ao site deve ser feito na data e horário informados na consulta anterior
  • Vá em “consulta”, em azul, no passo 1 da tela
  • Se esqueceu o dia exato do resgate, faça a consulta no mesmo link para saber seu agendamento exato

Passo 2 – Informe os dados solicitados

  • Na próxima tela, digite CPF e data de nascimento, no caso das pessoas físicas, ou CNPJ e data de abertura da empresa
  • Clique em “Acessar meus Valores a Receber”

Passo 3 – Entre com sua conta gov.br

Passo 4 – Leia o termo de responsabilidade e aceite-o

  • É preciso ler o termo de responsabilidade e aceitá-lo

Passo 5 – É hora de saber quanto irá receber e de onde

  • Aparecerão, então, os “valores pendentes de solicitação”
  • O sistema do Banco Central vai mostrar:

  1. Valores a receber
  2. Instituições que devem devolver o dinheiro
  3. Tipo dos valores
  4. Informações adicionais, quando for o caso

Passo 6 – Clique em uma das opções que o sistema indicar:

  • “Solicitar por aqui” – significa que a instituição oferece a devolução do valor via Pix no prazo de até 12 dias úteis
  • Selecione uma das chaves Pix e informe os dados pessoais
  • Para pedir a transferência dos demais valores por meio de Pix, repita o procedimento de escolha da chave Pix
  • Guarde o número de protocolo, caso seja preciso entrar em contato com a instituição
  • “Solicitar via instituição” – significa que a instituição não oferece a devolução por Pix
  • Neste caso, entre em contato pelo telefone ou email informado para combinar com o banco a forma de devolução do valor​
  • Na tela de informações dos Valores a Receber, o cidadão deve consultar os canais de atendimento da instituição clicando em cima do nome dela

Passo 7 – Informe os dados e faça a transferência

  • Quem escolher receber por Pix, deve informar o número da chave
  • Depois, será preciso digitar telefone e email, e concordar com o envio das informações ao sistema
  • Em seguida, vá em “Cadastrar”
  • Na próxima, tela, aparecerá o protocolo; anote-o e clique em “Fechar”

Último lote sairá na segunda-feira (21)

O terceiro último lote de pagamento dos valores a receber da primeira fase começará a ser liberado nesta segunda-feira (21). O dinheiro estará disponível para os nascidos após 1983. O horário de pagamento varia: vai das 4h às 14h e das 14h às 24h.

Quem perder o dia, no entanto, poderá ter nova chance de transferência dos valores no sábado (26), quando ocorre a repescagem do sistema. Se perder essa data, ainda será possível tentar novo saque em 28 de março.

VEJA O CALENDÁRIO DE LIBERAÇÕES DA PRIMEIRA FASE

Nas datas abaixo, quem tem dinheiro a receber saberá quanto poderá sacar







Data de nascimento ou de criação da empresa Período para pedir a transferência Data de repescagem (para quem perder a data agendada)
Antes de 1968 7 a 11/3 12/mar
Entre 1968 e 1983 14 a 18/3 19/mar
Após 1983 21 a 25/3 26/mar

Segundo o Banco Central, o dinheiro será devolvido de alguma forma ao trabalhador ou empresário, mesmo que ele perca todas as datas de saque desta primeira fase de liberação dos valores.

“O cidadão não deve se preocupar se perder a data por algum motivo. Ele poderá voltar a valoresareceber.bcb.gov.br a qualquer momento e receber uma nova data de agendamento”, diz nota da instituição.

A autoridade monetária informa ainda que o consumidor nunca perde o direito sobre os valores em seu nome. “As instituições financeiras guardarão esses recursos pelo tempo que for necessário, esperando até que o cidadão solicite a devolução.”

Ao todo, 28 milhões devem sacar R$ 4 bilhões nesta primeira fase. São 26 milhões de CPFs e 2 milhões de CNPJs. Na segunda fase, está prevista a liberação de mais R$ 4 bi aos brasileiros.

O que será liberado:

1) Dinheiro que ficou em contas-correntes ou poupanças que foram encerradas ainda com saldo disponível

2) Tarifas e parcelas cobradas indevidamente cuja devolução já estava prevista em Termo de Compromisso assinado com o BC

3) Dinheiro de consórcios encerrados

4) Cotas de capital e rateio de sobras de quem participou de cooperativas de crédito

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS

Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »