Audiência da Netflix aumentou 14% durante a queda do Facebook


Em um relatório trimestral da Netflix, a empresa revelou que as visualizações do serviço aumentaram 14% durante a interrupção do Facebook e Instagram.

A Netflix relatou ter tido 14% de crescimento nas visualizações durante a queda do Facebook e Instagram. A empresa continua a ser um dos principais serviços de streaming, crescendo substancialmente em número de assinantes, especialmente no ano passado com a pandemia. 

Veja mais: Netflix libera cena desconhecida da 2ª temporada de Bridgerton

Em 4 de outubro, ocorreu uma interrupção global que afetou os principais aplicativos de mídia social. A queda afetou o Facebook, Instagram, Messenger e WhatsApp.

Os usuários foram impedidos de acessar suas contas, onde podem passar o tempo enviando mensagens para outras pessoas, verificando atualizações de notícias ou postando imagens. 

A interrupção se estendeu por cerca de seis horas. Muitos tiveram que recorrer a outras plataformas.

Relatório

De acordo com a Variety, a Netflix divulgou em seu relatório de ganhos trimestrais que o engajamento do serviço de streaming aumentou 14% durante a interrupção.

A Netflix também registrou crescimento de público no mês passado com o lançamento da série de comédia Seinfeld. 

Mais impressionante que isso foi o desempenho assustador do drama de sobrevivência coreano Round 6. A série foi vista por 142 milhões de famílias, de acordo com os relatórios.

Junto com o lançamento da terceira temporada de You e a próxima temporada de Cobra Kai, a plataforma deve continuar essa trajetória até o quarto trimestre do ano, com o terceiro trimestre adicionando 4,4 milhões de membros.



Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original



Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »