Atletas pressionam e Comitê Paralímpico exclui russos e belarussos dos Jogos de Inverno – 03/03/2022 – Esporte

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS


Menos de 24 horas após permitir a participação de atletas russos e belarussos nos Jogos Paralímpicos de Inverno, o Comitê Paralímpico Internacional (CPI) voltou atrás e, pressionado, anunciou nesta quinta-feira (3) que os competidores dos dois países estão excluídos das Paralimpíadas de Inverno de Pequim devido à invasão da Ucrânia.

A entidade justificou a decisão ao afirmar que muitos comitês de países participantes, equipes e atletas haviam ameaçado não competir caso fosse permitida a presença de russos e bielorrussos, o que “colocava em risco a viabilidade” do evento.

Os Jogos Paralímpicos de Inverno de Pequim começam nesta sexta-feira (4) e vão até o dia 13 de março.

“Para preservar a integridade dos Jogos e a segurança de todos os participantes, decidimos rejeitar as participações de atletas do RPC (Comitê Paralímpico Russo) e do NPC Belarus (Comitê Nacional Paralímpico de Belarus)”, afirmou o Comitê Paralímpico Internacional em comunicado.

“Garantir a segurança dos atletas é de suma importância para nós. A situação na vila olímpica está escalando e se tornou insustentável”, completa a nota.

O Comitê Olímpico Internacional (COI) havia recomendado nesta semana a exclusão dos atletas russos e belarussos de todas as competições.

O presidente do Comitê Paralímpico Internacional, o brasileiro Andrew Parsons, havia justificado inicialmente a decisão de permitir a presença dos atletas russos e bielorrussos ao alegar que os estatutos não permitiam o veto antes de uma assembleia geral prevista para acontecer nos próximos meses. A decisão, porém, foi muito criticada por vários países.

Em entrevista coletiva, Parsons mandou uma mensagem para os 83 atletas dos dois países que foram proibidos de participar dos Jogos Paralímpicos de Pequim-2022.

“Sentimos que sejam afetados pelas decisões que seus governos tomaram na semana passada”, declarou a respeito da ofensiva iniciada pela Rússia na Ucrânia, com a cooperação de Belarus.

“Vocês são vítimas dos atos de seus governos”, acrescentou.

Apesar das dificuldades provocada pelo conflito, a delegação ucraniana chegou a Pequim na quarta-feira (2).

Na edição de 2018 dos Jogos Paralímpicos de Inverno em Pyeongchang, os ucranianos conseguiram vários pódios no esqui e no biatlo. A delegação conquistou um total de 22 medalhas, sete delas de ouro, e terminou em sexto lugar na classificação geral.

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS

Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »