Algodo antichama promete roupas seguras e confortveis

amazon celulares maior Vision Art NEWS


Materiais Avanados

Redação do Site Inovação Tecnológica – 28/09/2021

Algod

Os prottipos do algodo antichama resistiram a dezenas de etapas de lavagem a mquina.
[Imagem: Empa]

Roupa antichama confortvel

Voc no precisa ser um bombeiro para se dar conta de que usar aquelas roupas antichama grossas e pesadas no deve ser nada confortvel – sem contar que elas tiram a mobilidade e a agilidade desses profissionais em situaes sempre crticas.

Foi que isto que motivou o pesquisador Sabyasachi Gaan, dos Laboratrios Federais Suos de Cincia e Tecnologia de Materiais (EMPA), a criar roupas antichama mais confortveis.

Gaan criou tecidos de algodo resistentes ao fogo inserindo os retardantes de chamas dentro de uma rede fsica e quimicamente independente no interior das fibras naturais do algodo.

Esta abordagem retm as propriedades inerentemente positivas das fibras de algodo, incluindo o conforto, j que o algodo pode absorver quantidades considerveis de gua e manter um microclima favorvel na pele.

O algodo resistente s chamas e lavvel disponvel hoje produzido tratando o tecido com retardantes de chama base de formaldedo – e o formaldedo classificado como cancergeno. Embora os tratamentos retardadores de chama base de formaldedo sejam durveis, eles tm desvantagens adicionais: Os grupos -OH da celulose so quimicamente bloqueados, o que reduz consideravelmente a capacidade do algodo de absorver gua, o que resulta em um tecido desconfortvel.

Algod

Todo o processo compatvel com as tcnicas usadas industrialmente.
[Imagem: Rashid Nazir et al. – 10.1016/j.cej.2020.128028]

Antichamas base de fsforo

Gaan comeou trabalhando com retardadores de chama baseados na qumica do fsforo, que j so usados em muitas aplicaes industriais. Agora ele conseguiu encontrar uma maneira fcil e elegante de ancorar o fsforo na forma de uma rede independente dentro do algodo.

A chave para isto um composto de fsforo trifuncional (xido de trivinilfosfina), que tem a capacidade de reagir apenas com molculas especificamente adicionadas (compostos de nitrognio, como a piperazina) para formar sua prpria rede dentro do algodo. Isso torna o algodo permanentemente resistente ao fogo, sem bloquear os grupos -OH favorveis. Alm disso, a rede fsica resultante (xido de fosfina) tambm gosta de gua, mantendo a respirabilidade do tecido.

As redes formadas no interior do algodo antichama se mostraram incrivelmente resistentes: Aps 50 lavagens em mquina, 95% da rede retardadora de chamas continuava presente no tecido. As nanopartculas de prata adicionadas pela equipe, para dar propriedades antimicrobianas ao tecido, tambm continuavam l aps os mesmos ciclos de lavagem.

O processo todo de fabricao do algodo antichama compatvel com os equipamentos utilizados pela indstria txtil. “Cozinhar tecidos a vapor aps o tingimento, impresso e acabamento so etapas normais na indstria txtil. Portanto, no necessrio investimento adicional para aplicar nosso processo,” afirmou Gaan.

Bibliografia:

Artigo: In-situ phosphine oxide physical networks: A facile strategy to achieve durable flame retardant and antimicrobial treatments of cellulose
Autores: Rashid Nazir, Dambarudhar Parida, Joel Borgstadt, Sandro Lehner, Milijana Jovic, Daniel Rentsch, Ezgi Bulbul, Anja Huch, Stefanie Altenried, Qun Ren, Patrick Rupper, Simon Annaheim, Sabyasachi Gaan
Revista: Chemical Engineering Journal
Vol.: 417, 128028
DOI: 10.1016/j.cej.2020.128028

Seguir Site Inovação Tecnológica no Google Notícias

Outras notcias sobre:

Mais tópicos

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

amazon computadores Vision Art NEWS

Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »
%d blogueiros gostam disto: